Compartilhe essa Notícia:

A Polícia Civil do Maranhão, por intermédio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais – SEIC e do Departamento de Combate ao Roubo a Instituições Financeiras – DCRIF), cumpriu na tarde da última terça-feira (5), mandado de prisão preventiva expedido pela 1ª Vara Criminal de São Luís em desfavor de um indivíduo.

Segundo a Polícia Civil, o preso é acusado de ter participado do roubo aos bancos do Nordeste, Brasil e Bradesco, todos ocorridos na madrugada do dia 7 de outubro de 2019 na cidade de Tutóia, de onde foi subtraída grande quantia em dinheiro. A ação criminosa levou medo e terror aos moradores locais, com a utilização de armas longas e explosivos.

Ainda segundo com a polícia, outras seis pessoas já tinham sido presas em decorrência da investigação pela ação criminosa. O preso desta terça-feira (5) era um dos últimos indiciados que ainda estavam foragidos.

O indivíduo é considerado de alta periculosidade. Inclusive, havia ainda em seu desfavor dois mandados de prisão preventiva oriundos do estado do Ceará, os quais foram cumpridos pelo Departamento de Combate ao Crime Organizado – DCCO/SEIC, por integrar uma determinada organização criminosa com atuação no estado do Ceará, onde exercia função de relevância.

Comentários do Blogger

0 Comentários