Compartilhe essa Notícia:

 

A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso que teve como vítima a vereadora Lionete Silva Araújo Coelho (PTC), conhecida como “Dudu Coelho”, de 32 anos, no município de Peritoró. O marido dela, o ex-vereador André Coelho, a teria atingido no rosto e parte do corpo com água quente, durante uma discussão, na quinta-feira (13).

De acordo com o delegado Francisco Fontenele, a vereadora esteve delegacia da cidade na sexta-feira (14) para comunicar o crime, ocasião na qual foi registrado um boletim de ocorrência.

“Foram solicitadas as medidas protetivas de urgência, em favor dela. O inquérito seguirá para apuração do delegado titular de Peritoró”, explicou. 

Ainda conforme Fontenele, o suspeito não foi preso, porque quando foi realizada a denúncia já havia transcorrido o prazo do flagrante. O ex-vereador pode ser, segundo o delegado, indiciado pelos crimes de lesão corporal ou até tentativa de feminicídio. “Vai depender muito do andamento das investigações, e dos elementos de informação produzidos no curso do inquérito”, pontuou.

Em um áudio que circula nas redes sociais, André Coelho alegou ter descoberto que a companheira estava tendo um caso extraconjugal há mais de um ano, com um homem da cidade de Capinzal do Norte, e confessou ter jogado a água quente durante a briga. “Não era para ter feito isso. Era para ter largado, mandado embora”, disse o ex-vereador, ao tentar se justificar.

DISCUSSÃO POR CIÚMES

Ao registrar o boletim de ocorrências, na delegacia de Peritoró, a vereadora Dudu Coelho revelou que o casal tem discutido com frequência, devido a ciúmes por parte do marido dela. A vereadora disse que, em outras ocasiões, André Coelho chegou a ameaça-la de morte; ela informou, ainda, ter tomado conhecimento que o ex-vereador procurou um vizinho da mãe dela para comprar uma arma de fogo, fato que a teria deixado bastante assustada.

Ainda na delegacia, devido à agressão sofrida na quinta-feira e ao comportamento cada vez mais agressivo e transtornado do seu marido, a vereadora solicitou uma medida protetiva urgente. “Ele me xinga e me acusa de infidelidade”, disse Dudu Coelho, durante registro do BO.

jornalpequeno.com.br

Comentários do Blogger

1 Comentários

  1. Homem que é macho não faz uma coisa dessa. Não tem justificativa pra isso. Revoltante.

    ResponderExcluir