Compartilhe essa Notícia:

 sandrovagner.com.br

Katyane Leite – Vereadora (PTB)/Foto: Reprodução do Facebook da Câmara

Durante o Grande Expediente, última parte da sessão da Câmara, onde os vereadores inscritos fazem uso da Tribuna, a vereadora Katyane Leite, que pediu licença para falar do seu lugar, não na Tribuna, fez um apelo à prefeita Vanessa Maia. Segundo a parlamentar, já existem contratados com salários atrasados referente a janeiro e fevereiro.

“Gostaria, também, de mais uma vez de solicitar à gestão pública municipal que olhe para os servidores, em especial para os contratados que continuam com os seus vencimentos em atraso, e agora, alguns, além de não receberem dezembro, estão com seus vencimentos atrasados; janeiro e fevereiro, então, não está fácil, nós estamos adentrando num período crítico da pandemia, está sendo, aí, organizado por decreto por 10 dias, através do governo do Estado, pra que as pessoas se recolham. A gente acredita que além da enchente, pandemia, esses servidores, eles estão sofrendo com a ausência de seus salários, para que eles possam cumprir com suas obrigações.” Disse.

A vereadora disse ao final do seu pronunciamento, que seu pedido seja atendido e que achem uma saída para esse problema.

Gard Furtado – Vereador (Solidariedade)/Foto: Reprodução Facebook da Câmara

O líder do governo na câmara, vereador Gard Furtado, disse que ficou assustado com a fala da colega Katyane Leite, por isso buscou informações a respeito do assunto. Segundo ele, houve um problema exclusivamente na folha do hospital, pra o RH, mas que seria resolvido ainda hoje e no máximo, até sexta-feira (05), tudo estará resolvido.

O vereador perguntou a nobre colega se era o mesmo caso, porque ele teria ficado assustado com a informação. Durante a resposta da vereadora Katyane Leite, Gard Furtado perguntou se a nobre parlamentar iria parar para dar aulas de português no plenário.

Use as setas para cima ou para baixo para aumentar ou diminuir o volume.

O Blog entrou em contato com o secretário de finanças do Município de Pedreiras, Jânio Luiz Marques Fernandes, conhecido popularmente como “Bob”, que disse o seguinte sobre o assunto.

“Se tem algum caso de alguém que não recebeu ainda, que seja de janeiro ou fevereiro, é porque não tem conta ainda“. Destacou o secretário.

Comentários do Blogger

0 Comentários