Compartilhe essa Notícia:
Em dia de muita confusão na posse dos vereadores da cidade de Lago da Pedra, Dia primeiro de janeiro aconteceram duas eleições para a mesa diretora da câmara, uma com o voto de seis vereadores e outra com o voto de sete.

Inicialmente, a justiça determinou liminarmente a suspensão das duas eleições e realização de uma terceira, que ocorreu dia 25 de janeiro com a eleição do Vereador Ananias Bezerra (aliado de Maura Jorge) com o voto dos seis vereadores da oposição.

Em decisão Liminar o Tribunal de Justiça, validou a eleição do vereador Cícero maro, esta ocorrida dia primeiro com o voto de apenas seis, e uma suposta e controvertida abstenção do vereador Cival Rocha, sendo assim essa eleição se deu com a minoria daquela casa.

Hoje, em decisão de mérito no Mandado de Segurança, o Juiz Marcelo Santana Farias, titular da 1ª Vara de Lago da Pedra revogou a liminar que suspendeu as duas eleições do dia primeiro, e anulou a terceira eleição ocorrida dia 25 de janeiro, e não decidiu qual das duas eleições que ocorreram dia primeiro é legitima. 

Com essa decisão, a liminar do Desembargador Rachid que reconheceu a eleição Vereador Cicero Amaro também perde seus efeitos.

Veja trecho da decisão:

Entretanto, com isto não se está afirmando que a referida eleição foi feita de forma regular nem tampouco de forma irregular. Tal análise a princípio cabe a própria Câmara de Vereadores, nos termos de seu regimento. Com essa decisão, continua o impasse na Câmara de vereadores de Lago da Pedra/MA, sem a população ter certeza de quem é de fato e de direito o legitimo presidente da casa. Vamos aguardar o que a maioria dos vereadores em plenário irão decidir. 

Comentários do Blogger

0 Comentários