Compartilhe essa Notícia:
Reserva tem volume estimado de 6,78 bilhões de metros cúbicos, trata-se da décima declaração comercial da Eneva nessa bacia

A Eneva, companhia integrada de geração de energia e produção e exploração de gás natural, anunciou, nesta sexta-feira (26.02), a Declaração de Comercialidade da acumulação Fortuna, uma nova descoberta de grande potencial realizada no Bloco PN-T-102A, na Bacia do Parnaíba (MA). O volume médio inicialmente estimado é de 6,78 bilhões de metros cúbico de gás natural. Trata-se do décimo campo a ser declarado comercial pela Eneva na Bacia do Parnaíba.

O diretor de Operações da Eneva, Lino Cançado, ressaltou a importância da descoberta em razão do elevado volume de gás, a velocidade com que foi declarada a comercialidade e o fato da acumulação estar presente em uma única estrutura geológica - o que reduz a necessidade de perfuração de um número maior de poços e o custo de desenvolvimento.

“Esta é uma descoberta extremamente importante e com potencial de ser o segundo maior campo da Bacia do Parnaíba, desde o início das atividades em 2009. Em pouco mais de um ano, com a aquisição da área na Oferta Permanente em 2019, iniciamos a Avaliação da Descoberta e agora declaramos a Comercialidade, o que ressalta a capacidade técnica do time Eneva”, destacou o diretor de Operações da Eneva.

De acordo com Cançado, “uma descoberta desta qualidade na Formação Cabeças abre novas perspectivas para os sete outros blocos da Eneva na porção centro-sul da Bacia”.

A Eneva já informou a comercialidade à ANP e solicitou à agência o aval para batizar a acumulação de gás como Campo de Gavião Belo. A companhia tem até 180 dias para apresentar o Plano de Desenvolvimento do campo para a agência.

Esta descoberta reforça a posição da Eneva como maior operadora privada de gás natural do Brasil.

Sobre a Eneva

A Eneva é a única empresa privada de geração de energia integrada do Brasil, atuando em geração e E&P, com acesso ao gás onshore (em terra). A companhia possui ativos de E&P nos estados do Amazonas e Maranhão. Atualmente, opera 10 campos de gás natural nas Bacias do Parnaíba (MA) e Amazonas (AM). Adicionalmente, possui nestas regiões uma área total sob concessão superior a 60 mil km².

Com um parque de geração termelétrica com 2,8 GW de capacidade instalada, a Eneva produz energia segura e competitiva para o sistema elétrico brasileiro. Seus ativos de geração estão localizados nos estados do Maranhão (Complexo Parnaíba e Itaqui), Ceará (Pecém II) e Roraima (Jaguatirica II). Pioneira por natureza, a Eneva desenvolveu um modelo de negócio inédito no Brasil: o Reservoir-to-Wire (R2W), que consiste na geração térmica integrada aos campos produtores de gás natural. Com isso, a companhia desempenha um papel importante na transição da matriz energética brasileira, oferecendo soluções a partir de um combustível flexível, mais limpo, econômico e eficiente.

Listada no Novo Mercado da B3 (Bolsa de Valores brasileira) desde 2007, a empresa integra o Ibovespa, entre outros índices da Bolsa. A Eneva visa continuar crescendo de forma responsável, fornecendo energia mais limpa, segura, estável e acessível à sociedade. abs,

Comentários do Blogger

0 Comentários