Compartilhe essa Notícia:

 

Secretário Clayton Noleto concedeu entrevista à Rádio Timbira nesta terça-feira (15).


Na tarde desta terça-feira (15), o secretário de Estado da Infraestrutura (Sinfra), Clayton Noleto, concedeu entrevista ao programa Contraponto, da Rádio Timbira, comandado pelo apresentador Renato Júnior para falar sobre os investimentos realizados pela gestão do governador Flávio Dino e que vem beneficiando milhares de maranhenses.

Durante a conversa, o gestor da pasta destacou que todas as regiões do Maranhão receberam melhorias na malha rodoviária. “Desde 2015, nós entregamos aproximadamente 1.500 quilômetros de novas rodovias, ou seja, novas estradas, vias que foram construídas desde a parte de terraplanagem, rodovias que nunca haviam sido asfaltadas e em todas as regiões do estado. Essa é uma marca do Governo Flávio Dino: a realização de um investimento de forma equilibrada, de forma a que todas as regiões do estado tenham acesso aos investimentos públicos para que o desenvolvimento econômico e social do estado ocorra de maneira equânime, da maneira mais justa possível”, afirmou.

Entre os investimentos já realizados, Noleto citou a Estrada do Arroz, entre Imperatriz e Cidelândia, na região Sudoeste do estado; a estrada entre Amarante e Sítio Novo, aguardada por mais de 50 anos pela população; a realização do primeiro trecho do Anel da Soja, entre Balsas e o povoado Ouro, além de dois outros trechos que estão em execução, entre Ouro e o KM 50, e do KM 50 até Batavo, entre outras obras.

Quanto às vias urbanas, embora os serviços destas sejam de responsabilidade das prefeituras, a Secretaria de Estado da Infraestrutura também tem atuado a fim de assegurar o direito de ir e vir das pessoas, através da execução do Programa Mais Asfalto. “Nós entendemos que o investimento dentro das vias das cidades é muito importante para garantir qualidade de vida, retirar a poeira e a lama da porta da casa do cidadão, além de estimular o comércio. Nós asfaltamos o centro de muitas cidades, com ruas e avenidas que foram contempladas, facilitando o acesso a esses centros comerciais, gerando mais emprego e renda, o que também é uma forma de enfrentar a crise”, reforçou Clayton Noleto.

Na Região Metropolitana de São Luís, todas as rodovias que integram a localidade passaram por serviços de recapeamento asfáltico, sinalização, iluminação e disciplinamento de trânsito.

Questionado sobre a Ponte Central- Bequimão, Clayton Noleto afirmou que a ponte de maior envergadura e grande complexidade já teve a etapa de fundação das construções em água concluída. Já a parte de construção do lado de Central segue avançando. As vigas estão no local, tanto do lado de Central como de Bequimão, e previsão é que na segunda semana de fevereiro, as vigas serão lançadas por sobre as fundações, de modo que a ponte seja concluída até o mês de novembro de 2021. Os acessos também estão sendo licitados, para que seja realizada a pavimentação em 15 quilômetros de ambos os municípios.

Investimentos na Educação

A Secretaria de Infraestrutura também atua em outras áreas, como educação, segurança e saúde. Em parceria com a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), mil unidades de ensino foram reformadas, construídas ou receberam serviços de manutenção. O maior programa de investimento em infraestrutura educacional da história do Maranhão. Através dessa atuação, foi possível, ainda, a implantação de escolas em tempo integral. Cerca de 80 estão em funcionamento. 

O Governo do Estado trabalha, ainda, na construção dos Institutos de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iemas), cuja premissa é possibilitar que estudantes tenham acesso à educação formal e técnica de maneira gratuita.

Atuação na Saúde

Na área da Saúde, o secretário Clayton Noleto destacou que o objetivo é a expansão da rede, com os chamados Hospitais Macrorregionais, de média e alta complexidade, para as regiões do estado. Como exemplos da ação da parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde (SES) e Infraestrutura, estão a entrega das unidades de saúde de Pinheiro, Caxias, Santa Inês, Bacabal, Chapadinha, Imperatriz, Balsas, Lago da Pedra, Santa Luzia do Paruá, Carolina, o Hospital de Traumatologia e Ortopedia (HTO), em São Luís, entre outros.

Ainda na capital maranhense, a Administração Flávio Dino segue trabalhando na construção do Hospital da Ilha, com 220 leitos, expansíveis para 400 leitos. Um investimento que ultrapassa R$ 150 milhões. Já em Imperatriz, será realizada a construção do novo Socorrão de Imperatriz. “Nos próximos dias, nós vamos emitir a Ordem de Serviço para a construção do Novo Socorrão na Região Tocantina, para atender a população. Todos os esforços compõem a grande rede de saúde maranhense”, destacou Noleto.

Comentários do Blogger

0 Comentários