Compartilhe essa Notícia:
O governador do Rio, Wilson Witzel (PSC), e sua mulher, Helena, foram alvos da Operação Placebo na manhã desta terça-feira (26). Agentes da PF cumpriram mandados judiciais no Palácio das Laranjeiras, residencial oficial do governo fluminense.

A PF cumpre hoje 12 mandados sobre suspeitas de desvios na Saúde do Rio de Janeiro para ações na pandemia de coronavírus.

A operação foi autorizada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), responsável por ordenar ações contra governadores.

Ex-juiz federal, Witzel ainda teve seu escritório de advocacia e a casa onde ele morava, no Grajaú, devassados pelas equipes da PF.

A operação da PF, na manhã de hoje, tem potencial de elevar a temperatura política entre o governador Witzel, o presidente da República, Jair Bolsonaro, seu filho e senador Flávio Bolsonaro, e o empresário Paulo Marinho.

Comentários do Blogger

1 Comentários

  1. Siô um semi analfabeto quebrou o Brasil quem dirar um Juiz e ainda Federal esse é q sabe roubar bem roubado pq sabe das brechas na lei, veja nosso exemplo aqui no Maranhão, o Flavio Dino tá fude... nós bem direitinho

    ResponderExcluir