Compartilhe essa Notícia:
Governo Flávio Dino garante melhoria nos índices sociais do ...

O Governo do Estado lançou esta semana chamada pública emergencial de fomento à pesquisa no enfrentamento à pandemia e pós-pandemia da Covid-19. A iniciativa é mais uma ação do governo Flávio Dino neste momento de crise sanitária que tem impactado toda a sociedade. Por meio do edital, disponível no site da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema), estão sendo investidos recursos no valor de R$ 1 milhão. 

O objetivo, a curto prazo, é impulsionar no Estado atividades de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) de grande impacto, que contribuam com o esforço estadual na implementação de medidas de saúde pública em consonância com o disposto no “Plano Estadual de Contingência do Novo Coronavírus 2019-nCoV” da Secretaria de Estado da Saúde do Maranhão (SES/MA). Podem se submeter ao edital professores-pesquisadores vinculados às Instituições de Ensino e Pesquisa, públicas ou privadas sem fins lucrativos, sediadas no Maranhão. 

As inscrições estão abertas até o dia 22 de maio no site da Fapema – www.fapema.br/patronage. Poderão concorrer ao edital os projetos de pesquisa com prazo de execução até 12 (doze) meses, contados a partir da data de emissão do termo de outorga e que estejam alinhados com os eixos temáticos propostos: prevenção, controle e manejo; diagnóstico; vacina e tratamento; epidemiologia e carga global da doença e atenção básica à saúde.

Para o presidente da Fapema, André Santos, o recurso do Governo do Estado veio num momento extremamente importante para incentivar os pesquisadores do Maranhão. “O governador Flávio Dino, através da Secti, aprovou que a Fapema pudesse fazer uma chamada de projetos que possam ajudar no combate à Covid-19. Este é um importante momento para os pesquisadores do estado que podem contribuir, mais ainda, neste novo cenário em que estamos vivendo”, pontuou.

Por meio do edital serão apoiados estudos de prevenção, controle e manejo clínico no controle à propagação da Covid-19 e outras síndromes respiratórias agudas graves, através da criação de soluções digitais e uso de inteligência artificial e tecnologias digitais e da promoção de inovação no desenvolvimento de testes diagnósticos sensíveis, específicos, rápidos e de custo competitivo para a doença, visando a melhoria de ações da saúde pública.

Também são apoiados o aprimoramento e desenvolvimento de aparelhos médicos e hospitalares para tratamento de pacientes com Covid-19; estudos para desenvolvimento de vacinas e produtos antivirais terapêuticos seguros e eficazes para o tratamento do novo coronavírus; impulsionamento de estudos epidemiológicos e de acompanhamento da evolução da Covid-19 ao longo do tempo e a avaliação da carga da doença no Maranhão; e promoção da avaliação da efetividade da atenção básica à saúde no Estado do Maranhão nos três níveis de complexidade (atenção primária, média e de alta complexidade) frente à epidemia.

Comentários do Blogger

0 Comentários