Compartilhe essa Notícia:
Até 11 de fevereiro, Barra do Corda já registrou 38% do número total de casos de dengue de todo o ano passado. A preocupação das autoridades locais é ainda maior porque a cidade está em situação de risco para infestação do mosquito, baseado no índice que mostra o percentual de imóveis com focos do Aedes aegypti. Este ano, já foram notificados 205 casos da doença, enquanto de janeiro a dezembro de 2019 houve 539 notificações de dengue. 

Diante desse cenário, a coordenadora de Prevenção e Controle das Arboviroses da Secretaria Estadual de Saúde, Joseneide Matos, aponta que o estado tem dado apoio ao município para reduzir os danos causados pela dengue. 

“Realizamos monitoramento junto aos agentes de endemias, os capacitamos em relação às ações que devem ser feitas rotineiramente para que não sejamos pegos de surpresa. Se necessário, podemos fazer a nebulização espacial [fumacê], o estado tem uma garantia de veículos disponíveis para isso.”

Além desses fatores, a população de Barra do Corda precisa intensificar o combate ao mosquito da dengue por outro motivo. Segundo o Ministério da Saúde, o Maranhão é um dos onze estados que pode enfrentar surto de dengue em 2020. Isso porque é prevista a circulação do sorotipo 2 da dengue em todo o Nordeste, no Rio de Janeiro e no Espírito Santo. Esse tipo de vírus que causa a doença não circulava na região desde 2008. 

O pesquisador da Fiocruz Brasília Claudio Maierovitch explica que as pessoas que já tiveram dengue tipo 1, o mais comum no país, estão imune a ela, mas podem ser infectadas pelo sorotipo 2. Independentemente do tipo do vírus, Maierovitch aponta que os sintomas e o tratamento da doença são os mesmos. 

“Se uma pessoa tem a doença [dengue] por um dos tipos, ela só fica imune contra esse tipo específico, de forma que cada pessoa pode ter, ao longo da vida, até quatro infecções por dengue, ou seja, uma por cada um dos sorotipos.”

Até 1º de fevereiro, o Maranhão registrou 308 casos prováveis de dengue, 20 de chikungunya e 12 de Zika, segundo o Ministério da Saúde. Por isso, a luta contra o Aedes não pode parar. E você? Já combateu o mosquito hoje? A mudança começa dentro de casa. Proteja a sua família.
Resultado de imagem para Barra do Corda  casos de dengue

Comentários do Blogger

0 Comentários