Compartilhe essa Notícia:

A polícia está procurando o padrasto de uma criança de dois anos que foi espancada pela própria mãe em Presidente Dutra, 347 km de São Luís. A criança foi agredida com chutes no tórax, no rosto e teve parte do couro cabeludo arrancado.

Identificado como 'Jeizon pintor', o padastro é suspeito de participar do espancamento e ainda ter abusado sexualmente da menina, segundo a polícia. A mãe, Ironilde de Sousa, continua presa e a criança se recupera no hospital.

"A criança, aparentemente, está bem. O quadro dela está estável. Ela está tendo uma melhora, gradativamente", afirmou a conselheira tutelar Liziane Cristina.
O Ministério Público do Maranhão vai propor que a guarda da menina fique com a avó materna, que diz desconhecer os maus tratos sofridos pela neta.

Entenda o caso
Ironilde de Sousa Barbosa, de 28 anos, foi presa em flagrante nessa segunda-feira (17) após dar entrada no Hospital Regional de Presidente Dutra com a filha, que estava com fortes dores na região da barriga. De acordo com a Polícia Civil, ao ser examinada, um médico perguntou a criança quem havia a agredido, e ela respondeu que ‘foi a mamãe’.

Além disso, foram encontradas várias marcas de beliscões e pancadas pelo corpo da criança. Por conta da gravidade do quadro clínico, a menina foi submetida a uma cirurgia de urgência para a retirada do baço, que foi rompido durante as agressões.

Comentários do Blogger

0 Comentários