Compartilhe essa Notícia:
O vereador e pré-candidato a prefeito de Poção de Pedras pela oposição, Jhulio Sousa concedeu entrevista exclusiva para o blog e abordou diversos temas sobre os principais assuntos da política poçãopedrense. O vereador lidera todas as pesquisas de intenção de voto já realizadas no município. Jhulio é um jovem evangélico de 28 anos, casado com Rosenilde Lima e tem um filho de 2 anos. 

Blog - Qual sua avaliação sobre o cenário atual político de Poção de Pedras?

Jhulio - Hoje Poção de Pedras tem três pré-candidaturas: a minha, a do vereador Valney e do prefeito que já tem seu pré-candidato, que é seu primo Francisco. Eu e Valney, como vereadores, fizemos parte da base aliada do governo e é notório a rejeição crescente do prefeito e de seu grupo. Ele está atrás em todas as pesquisas, vez que o povo já cansou de promessas não cumpridas e da ineficiência do seu governo. 

Blog - A pré-candidatura do vereador Valney atrapalha o projeto de vitória do grupo da oposição? 

Jhulio - Valney é uma incontestável liderança e tem toda legitimidade para ser candidato. Seu eleitorado em peso votou no grupo do prefeito Cascaria nas duas últimas eleições. As pesquisas indicam a vitória do nosso grupo mesmo com três candidatos, nos dando boa margem à frente. Também estamos abertos para uma aliança ampla para vencermos e libertamos Poção de Pedras. 

Blog - Há muitas fake news envolvendo a política de Poção de Pedras. Boatos propagados que você pode desistir e que sua aliada Mayana Freiras assumiria a liderança da oposição. Procede?

Jhulio - Não existe a palavra desistência no meu vocabulário. Isso é criação do QG do grupo do prefeito que faz a política da mentira e do medo. Mayana e as famílias Freitas e Sampaio estão firmes e são fundamentais em nosso grupo que será vitorioso em 04 de outubro deste ano. 

Blog - Já há um nome definido para ser seu(sua) companheiro(a) de chapa? 

Jhulio - Sobre o nosso(a) vice será discutido no futuro com todo nosso grupo. Temos excelentes nomes para compor a chapa conosco. A vaga segue em aberta. 

Blog - O seu grupo tem recebido várias adesões, como você avalia as  últimas adesões, especialmente da professora Sônia que esteve com vereadora nesta legislatura?

Jhulio - A adesão da vereadora Sônia já vinha sendo costurada de muito tempo, pois ela e seu filho, Dr.Vicente Neto, já estavam conscientes que não havia mais a possibilidade de continuar nesse governo que desprestigia o povo e seu eleitorado. Sônia é uma grande liderança de forte expressão principalmente no povoado Água Branca; obteve na última eleição grande votação e foi nossa colega na Câmara. É uma mulher comprometida com o povo e agora com o grupo da renovação.  

Blog - Jhulio sendo prefeito, o que o povo pode esperar de seu governo?

Jhulio - Sendo eleito, o povo terá um prefeito jovem comprometido com as necessidades do nosso município, principalmente em organizar e ampliar os serviços de saúde; terá um prefeito bom pagador e de palavra. Vamos resgatar os bons costumes, alavancar nosso comércio que está sofrido e respeitar os princípios que norteiam a administração pública. Não vou tratar o que é público como privado, como faz a atual gestão. Vamos renovar para avançar.  

Blog - O blog agradece a entrevista e deixa espaço para suas considerações finais. 

Jhulio - Quero agradecer a Deus e o apoio do povo nesta nossa caminhada. Agradeço também ao amigo e titular do blog, Carlos Barroso, por esse espaço importante para tratarmos sobre assuntos da política de Poção de Pedras. 
Eu trato a política com respeito ao nosso povo, não trato como um balcão de negócios como temos presenciado nos últimos anos. Esses políticos que querem fazer da política de Poção um leilão, com certeza terão a melhor resposta do povo em outubro. E peço mais uma oportunidade na próxima semana no conceituado blog para fazer um desabafo. 






Comentários do Blogger

4 Comentários

  1. o gildasio o dutra o lael a dailza a sonia e outros tao apoiando o jhulio de graça. vai contar outra la na baixa da egua parede rachada mentiroso.

    ResponderExcluir
  2. vamos juntos derrotar o prefeito ditador e seu porte

    ResponderExcluir
  3. Evangélico? Mas evangélico não leva bebidas para sua casa. Não bebe. tem nada de evangélico esse aí. Se com 500 casas populares que custa uns 30 mil reais cada, ele tá rico. Imagina ele na prefeitura? Coitado de nós.

    ResponderExcluir
  4. Quem vai votar no poste?Eu não. Jhulio 2020.

    ResponderExcluir