Compartilhe essa Notícia:



A política é fundamental para a vida em sociedade e a participação dos jovens é muito importante. Com base nessa premissa, Cibele Loiola escreveu a redação vencedora do Maranhão, que foi selecionada para representar o Maranhão no Jovem Senador 2019. O programa oferece a estudantes do ensino médio de escolas públicas estaduais a possibilidade de conhecer na prática o trabalho feito no Senado Federal.Cibele é aluna do Colégio Militar Tiradentes III, em Bacabal. A maranhense foi recebida pelo senador Weverton (PDT-MA) em seu gabinete e conversou sobre a rotina no Senado.

“Fico orgulhoso em ver uma aluna do meu estado ser selecionada em um projeto como este. É importante porque assim ela pode conhecer de perto como é o trabalho do parlamentar, o dia a dia do Congresso Nacional. A política precisa da participação dos jovens e o programa é um estímulo para isso", afirmou Weverton.

A seleção foi realizada por meio de um concurso de redação anual. Os vencedores, um por estado, viajaram para Brasília, onde, por uma semana, atuam como senadores.

“Está sendo muito importante porque eu acho a política muito interessante. Estou tentando aproveitar o máximo esta oportunidade”, declarou Cibele.

A jovem senadora maranhense permanece em Brasília até sábado (30). Durante toda a semana, os estudantes senadores apresentam e discutem propostas. Ao fim da jornada, serão votadas as sugestões legislativas que serão encaminhadas para análise na Comissão de Direitos Humanos do Senado. Se o colegiado aprovar, os textos são transformados em projetos de lei e passam a tramitar normalmente no Congresso Nacional.

Projeto Jovem Senador

O Projeto Jovem Senador foi criado em 2011 e dá aos estudantes do ensino médio de escolas públicas estaduais com idade até 19 anos a chance de conhecer de perto o processo legislativo brasileiro. Para concorrer, os jovens fazem redações sobre um assunto determinado a cada ano. “Cidadão que acompanha o orçamento público dá valor ao Brasil” foi o tema de 2019, que reuniu 122.695 redações e mobilizou 264 mil alunos e 8 mil professores.

Comentários do Blogger

0 Comentários