Compartilhe essa Notícia:

 No sábado (13), o Hospital de Campanha de Lago da Pedra entregou errado aos familiares da vítima o corpo que deveria ser de uma senhora moradora do povoado São Salvador, na zona rural do Município de Poção de Pedras.

Cemitério da cidade de Poção de Pedras noite de sábado dia 13 de março 

Houve cortejo fúnebre com carros pelas ruas. Familiares e amigos, cerca de 50 pessoas, realizaram uma breve celebração religiosa composto de hino e leitura da palavra; em seguida sepultaram o corpo acreditando ser da ente querida falecida.

Logo depois do enterro ocorrido as 8 horas da noite de sábado no cemitério de Poção de Pedras, o Hospital de Campanha entrou em contato relatando o erro e encaminhando o corpo da moradora de Poção de Pedras; uma equipe desenterrou o corpo enganado.

Ambas morreram de Covid-19 no Hospital  de  Campanha e seguindo protocolos de saúde, os caixões não podem ser abertos.  O corpo que foi sepultado indevidamente em Poção de Pedras seria de uma senhora de Vitorino Freire.

Circula uma versão para explicar a troca. 

“Um parente que foi fazer o reconhecimento disse que achou a morta diferente, mas alguém do hospital explicou que a morte por Covid-19 muda a aparência do cadáver. Então, ele assinou o reconhecimento. Mas os familiares da senhora de Vitorino Freire não a reconheram e foi nesse momento que se percebeu o erro,  quando uma já estava enterrada no Cemitério de Poção de Pedras”, disse.

Além da dor da perda, os familiares tiveram que enfrentar mais essa angústia.  O Hospital Regional de Campanha Dr. Rubens Jorge ainda não emitiu nota de esclarecimento sobre a troca. Será que já são tantos mortos que já estão trocando os cadáveres? Nosso sentimentos as duas famílias. (Da redação com informações do Carlinhos Filho)

Tocado

Comentários do Blogger

0 Comentários