Compartilhe essa Notícia:


famem.org.br/



Nestas eleições municipais 2020, cerca de trinta e quatro prefeitos do Maranhão abdicaram de concorrer à reeleição no pleito de novembro deste ano.

Nessa eleição, dos 217 prefeitos 0das cidades maranhenses, 166 têm direito garantido para concorrer ao prolongamento do mandato por mais uma gestão de quatro anos.

Percentualmente, 15,16% dos prefeitos desistiram de concorrer.

O levantamento foi realizado pela CNM junto aos prefeitos de todas as 5.568 cidades brasileiras.

Pelo menos, 79% dos prefeitos eleitos no pleito de 2016 no país cumprem o primeiro mandato até 31 de dezembro de 2020. Destes, 61% concorrerão a um novo mandato.

A confederação não considerou os prefeitos afastados por decisão judicial e que estão impedidos de participar do pleito por estarem enquadrados na lei da Ficha Limpa ou dos prefeitos vitimados pela Covid-19 que abriram vaga para o vice.

No Nordeste, o percentual de prefeitos reeleitos nas eleições passadas foi o segundo maior do país (63, 25%), superado pelos prefeitos reeleitos da região Norte (66,44%).

Os percentuais de prefeitos reelegíveis variaram entre 84% e 77% nas regiões, e os de Municípios que efetivamente terão candidatos à reeleição ficaram entre 66% e 57%.

Em número absoluto de Municípios, a região Nordeste, com 1.134 candidatos, e a região Sudeste, com 1.008, serão as com o maior contingente.

Por causa da pandemia do Coronavírus, a data das eleições foi alterada. Houve conjecturas sobre o prolongamento do mandato dos atuais prefeitos por mais um ou dois anos, até a superação da crise sanitária. 

A proposta chegou a ser debatida pela Confederação Nacional de Municípios com as bancadas estaduais, mas não prosperou.

Comentários do Blogger

1 Comentários

  1. Desistiram ou venderam suas candidaturas ? Esse aí da foto entregou a prefeitura

    ResponderExcluir