Compartilhe essa Notícia:



Na noite de terça-feira (20), o candidato à Prefeitura de São Luís Duarte (Republicanos) participou do segundo debate promovido para estas eleições municipais com mais seis dos dez concorrentes. O debate foi realizado pelo Imirante.com e O Estado, com intermediação do jornalista Clóvis Cabalau.

Um pouco mais de duas semanas após participar do primeiro debate desde que iniciou em cargos eletivos, em 2019, Duarte demonstrou estar cada vez mais à vontade, seguro e preparado, tanto pelo acúmulo de resultados como deputado estadual e integrante do governo Flávio Dino quanto em maturidade, sabendo lidar com provocações, descobrindo pontos fracos dos adversários e apresentando soluções para os problemas da capital maranhense.

Sobre o tema Educação, área que deve ser prioridade em sua possível gestão, assim como a Saúde, ele lembrou da destinação que fez de emendas parlamentares para a oferta de 800 vagas que permitiram a professores da rede pública realizarem cursos de pós-graduação pela UEMA. Garantiu reformar 100% das escolas municipais, entendendo que a princípio o investimento deve ser na melhoria dos equipamentos já existentes e garantir políticas para 1ª, 2ª e 3ª gerações, resolvendo problemas como a falta de água encanada que atinge 24% das escolas de São Luís.

Na área da Saúde, destaque para a proposta de acabar com filas de espera por consulta ou exame, estabelecendo convênio com a iniciativa privada, fortalecimento do SUS, por meio de financiamento tripartite. “Vamos pegar as clínicas e os hospitais particulares que devem impostos à prefeitura e fazer com que esse pagamento seja com serviços”, explicou.

Diante do principal adversário nessas eleições, levou nítida vantagem sobre Eduardo Braide. O candidato do Podemos demonstrou fragilidade argumentativa ao classificar a gestão do Procon na gestão de Duarte como propaganda enganosa. Ao dizer que a sua maior propaganda é o testemunho das pessoas que reconhecem o trabalho de resultados diante de problemas resolvidos, Duarte defendeu o êxito que teve à frente do VIVA/PROCON e perguntou qual case de sucesso ele teria para apresentar. Com tranquilidade, Duarte citou ações realizadas na gestão e lembrou polêmicas de Braide à frente da Caema, em época de praias poluídas, o que fizera como secretário do prefeito João Castelo, além de mencionar a investigação pela Polícia Federal envolvendo o pai e um ex-assessor.

Em sua última participação no debate, Duarte homenageou a esposa, Karen Barros, agradeceu a sua equipe, pessoas que acreditam e são gratas por suas ações como gestor público. "Agradeço ao Isaque, aluno do Liceu Maranhense. Encontrei sua mãe em uma caminhada na Cohab e me disse que ele era meu fã, acreditava no meu trabalho. E ele infelizmente faleceu. São essas pessoas que me fazem trabalhar quase 24 horas, todo dia, e eu fiz um trabalho sério por onde passei”, finalizou.

Comentários do Blogger

0 Comentários