Compartilhe essa Notícia:
Caminhões irão compor o PAA/Leite nos municípios de Codó, Vila Nova dos Martírios e Igarapé Grande

Em continuidade ao fortalecimento da Política de Segurança Alimentar no Maranhão, o Governo do Estado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Social (Sedes), entregou nesta quarta-feira (5), três caminhões que irão compor o Programa de Aquisição de Alimentos modalidade Leite (PAA/Leite), dos municípios de Codó, Vila Nova dos Martírios e Igarapé Grande. Com um investimento de mais de R$ 700 mil, os veículos irão auxiliar na distribuição do leite aos beneficiários do programa.

De acordo com o secretário Márcio Honaiser, o PAA Leite combate diretamente a fome no Maranhão, fortalece a agricultura familiar e gera empregos nos municípios.

“O programa beneficia os agricultores que produzem o leite, auxilia na geração de emprego e renda dos municípios com o contrato das associações e cooperativas, e distribui o alimento às famílias carentes e demais entidades filantrópicas. Estamos investindo cada vez mais na erradicação da fome no nosso estado”, disse o secretário.

O programa foi criado pelo Governo Federal e tem como objetivo atender famílias registradas no Cadastro Único (CadÚnico) que se encontram em situação de vulnerabilidade social e alimentar. Somente em 2020, mais de 760 mil litros de leite foram distribuídos entre as instituições cadastradas no programa, em todo o Maranhão. 

O presidente da Associação dos Produtores de Leite de Codó, Clélio Guerra, contou que o caminhão irá auxiliar na distribuição de leite para 17 municípios.

“Nós produzimos de 5 a 10 mil litros de leite diariamente. Distribuímos para as pessoas de baixa renda, creches, hospitais, e instituições do município de Codó e outras cidades. Esse veículo irá facilitar e será de grande ajuda para o trabalho da nossa associação”, disse o presidente.

No Maranhão, 26 municípios estão inseridos no PAA Leite e 16 estão em processo de adesão. O programa consiste na aquisição de leite de vaca e de cabra, oriundos da produção independente de agricultores familiares, que atendam aos requisitos de controle de qualidade dispostos nas normas vigentes. As organizações da agricultura familiar e/ou laticínios são contratadas pelo Governo do Estado e são responsáveis por recepcionar, coletar, pasteurizar, embalar e transportar o leite para os pontos de distribuição em locais pré-definidos ou diretamente às unidades recebedoras.

Comentários do Blogger

0 Comentários