Compartilhe essa Notícia:

Em ação conjunta, equipes das polícias Civil e Militar desarticularam dois grupos criminosos rivais que agiam em bairros da cidade de São José de Ribamar e áreas adjacentes. Denominada Poder Paralelo, a operação teve como foco prender líderes de grupos que tentavam o controle de áreas naquele município. Foram presos 19 suspeitos de integrar os bandos, além de apreendidas armas, munições e drogas. Entre os crimes atribuídos aos integrantes está homicídio, tráfico de drogas e formação de quadrilha. Mais de 200 policiais participaram da operação.

A operação iniciou após chegar à polícia informações de vários confrontos das duas facções rivais que disputavam territórios em São José de Ribamar. Os casos agravaram com a invasão da Vila Alcione Ferreira, no mês de maio, e postagem em redes sociais. Nos vídeos, os suspeitos comemoravam o domínio do território adversário. Casos de homicídios e tentativas deste crime, tiroteios e até expulsão de moradores de suas casas passaram a ocorrer com frequência na localidade. A operação atuou ainda nos bairros São Raimundo, Dr. Julinho e Moropia, em São José de Ribamar; e Paranã, em Paço do Lumiar. 

O trabalho de desarticulação dos grupos envolveu equipes da Polícia Civil – Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC) – e da Polícia Militar, com o Comando de Policiamento Área (CPAM II). Durante a operação, foram cumpridos mandados de prisão e de busca, emitidos pela justiça. Além das prisões, a polícia apreendeu duas armas de fogo (uma pistola calibre .40 e uma calibre 20), três carregadores com munições, aproximadamente 11 quilos de maconha, sendo parte em tabletes, 132 trouxinhas de maconha prontas para consumo, 34 porções de pasta base cocaína, 1.500 pinos para comercialização desta droga e caderno de anotações com informação financeira do tráfico. 

“Essa operação alcançou seu objetivo, que foi o combate a estes grupos de crime organizado e sua retirada da região. Com as prisões dos suspeitos, alguns supostamente responsáveis por homicídios na área, acreditamos que a população ribamarense terá mais tranquilidade e paz social”, pontua o titular da SPCC, delegado Carlos Alessandro Rodrigues. 
Operação é resultado de ação conjunta entre as polícias Civil e Militar (Foto: Divulgação)

Os grupos têm como característica a associação criminosa para controle de território e prática de crimes, explica o comandante do CPAM II, coronel Aritanã Lisboa. O militar avalia como exitosa a operação conjunta, pela prisão de homicidas e associados a facções. “Esse êxito é fruto da integração das forças de Segurança, tanto na investigação, quanto no cumprimento dos mandados. O resultado positivo contribui para restabelecer a tranquilidade aos moradores daquela região”, reforça.

Participaram da operação, as seccionais de Polícia Civil (Leste, Norte, Sul e Oeste), delegacias da capital, Superintendências de Polícia Civil de Narcóticos (Senarc), de Combate ao Crime Organizado (Seccor) e de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP); e da Polícia Militar, equipes do Centro Tático Aéreo (CTA), Batalhão de Operações Especiais (BOPE), Batalhão de Policiamento de Choque, batalhões de área e Guarda Municipal de São José de Ribamar.

Comentários do Blogger

0 Comentários