Compartilhe essa Notícia:
Empossados como presidente e corregedor no dia 19 de maio, os desembargadores Tyrone Silva e Joaquim Figueiredo participaram neste 2 de junho de suas primeiras sessões administrativa e jurisdicional do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão que ocorreu por videoconferência com transmissão pelo canal TRE-MA do Youtube.

O desembargador-presidente Tyrone Silva deu boas-vindas aos novos membros: o desembargador Joaquim Figueiredo e a advogada Camila Ewerton Ferro Ramos, que é substituta na categoria jurista e ficará exercendo a função efetivamente até que o presidente da República nomeie o novo advogado que assumirá na vaga aberta com o fim do biênio do jurista Gustavo Vilas Boas, ocorrido no último dia 29 de maio.

“Quero dizer as vossas excelências que a nossa forma de trabalhar será a mesma. Vamos continuar do mesmo jeito, inclusive com esse clima agradável, que sempre tivemos aqui com o desembargador Cleones, clima descontraído, e isso é muito bom. No que pese a formalidade do nosso trabalho, mas não prejudica em nada esse clima ameno e boa convivência que temos,” ressaltou Tyrone Silva.

Já o desembargador Joaquim Figueiredo falou da satisfação de compor de novo o Regional - o magistrado já havia sido corregedor entre fevereiro de 2009 e fevereiro de 2011, afirmando que irá trabalhar de forma compartilhada com todos.

Antes dos julgamentos dos processos da pauta, o desembargador Joaquim Figueiredo comunicou à Corte Eleitoral seu impedimento em todos os processos oriundos do município de São João Batista, bem como os processos cujo Partido Social Liberal (PSL) seja parte. Essa decisão deve-se ao fato do corregedor ter parentes com vínculos políticos em São João Batista e no partido. “Ética e moral que devemos imprimir neste múnus público que nós exercemos”, pontuou.

Na mesma sessão, o juiz José Gonçalo de Sousa Filho foi escolhido por unanimidade como o novo Ouvidor Eleitoral e como substituto o jurista Bruno Duailibe, que também assumiu como membro do Comitê de Atenção à Saúde dos Magistrados e Servidores.

A partir deste mês de junho, a Corte Eleitoral passa a ser composta pelos desembargadores Tyrone José Silva ( presidente) e José Joaquim Figueiredo dos Anjos ( vice-presidente e corregedor), Ronaldo Castro Desterro e Silva (juiz federal), José Gonçalo de Sousa Filho e Lavínia Helena Macedo Coelho ( juízes de direito).
Como juristas estão funcionando os advogados Bruno Araujo Duailibe Pinheiro e Camilla Rose Ewerton Ferro Ramos (substituta).

Comentários do Blogger

0 Comentários