Compartilhe essa Notícia:

"Não é politicagem ou tentativa de faturar eleitoralmente as críticas direcionadas ao prefeito Aluisinho do Posto e sua equipe, sim um ato de respeito e responsabilidade cobrar transparência e eficiência da gestão municipal" disse o vice-prefeito Rogério Almeida.

No último final de semana, o atual vice-prefeito Dr. Rogério Almeida, gravou um áudio em ele desafiava o prefeito Aluisinho para ambos abrirem mão dos seus vencimentos de prefeito e vice-prefeito até o término do mandato, em dezembro, para comprar um respirador novo para deixar à disposição daqueles que porventura precisem por dificuldade respiratória causadas pela covid.

A verdade é que depois do desafio do vice-prefeito Dr. Rogério Almeida, a prefeitura mostrou dois respiradores adquiridos anos atrás que servem para dar suporte ao centro cirúrgico do hospital Santa Marta, mas que agora vão colocar à disposição dos pacientes infectados pela covid-19, isso só depois do primeiro óbito registrado no município. 

O ex-prefeito e médico Dr. Raimundinho, em vídeo propagado pela equipe de comunicação da prefeitura, mostra a funcionalidade dos respiradores, um fixo e um móvel, que já estão desgastados pelo tempo, inclusive com ferrugem, mas o médico afirma que os respiradores estão em ótimo estado para ajudar a tratar os pacientes com sintomas mais graves da covid-19. O que é lamentável diante de tudo isso, é que o senhor Sebastião Jovita de Sousa, popularmente conhecido como “Cabeça Branca” faleceu em decorrência de dificuldade respiratória. 


Se esses respiradores são do centro cirúrgico e  por exemplo houver uma cirurgia eletiva ou de emergência e um paciente com coronavírus chegar em estado crítico precisando de respeitador, vão optar em tentar salvar quem? Vão fazer uma seleção de vidas? Recursos não faltam para resolver essa equação que coloca em jogo a vida de uma pessoa, que é insubstituível é irreparável. 

"A verdade é que o município de Esperantinópolis já recebeu, EXCLUSIVAMENTE para combater a covid-19, aproximadamente R$ 1.400.000,00, sendo R$ 300.000,00 do deputado federal Hildo Rocha e R$ 900.000,000 do deputado federal Pedro Lucas Fernandes e o restante do Governo Federal. Com todo esse dinheiro nos cofres públicos de Esperantinópolis para tratamento do coronavírus, não é necessário fazer encenação com os respiradores do centro cirúrgico do hospital" disse um vereador de oposição.

O Blog se coloca a disposição à secretaria de saúde para qualquer tipo de esclarecimento do assunto abordado na matéria.



Comentários do Blogger

1 Comentários

  1. Foi preciso meu pai morrer para que podesse mostrar e usar esses respiradores é lamentável o que aconteceu com meu pai.. sempre vai ficar a pergunta porque não usaram nele ?

    ResponderExcluir