Compartilhe essa Notícia:

Em Pedreiras-MA e Trizidela do Vale-MA, cidades banhadas pelo Rio Mearim, já são contabilizados mais de três mil pessoas entre desabrigados e desalojados. Famílias que moravam nos bairros mais baixos e em locais mais próximos ao rio foram as primeiras a serem afetadas. Logo no início do mês de março, o avanço das águas já apontava que em 2020, o período chuvoso seria bastante intenso.

Equipes da 13ª Companhia de Bombeiros Militar, com sede em Trizidela do Vale, agentes da Defesa Civil e Secretarias Municipais dos dois municípios participam de uma grande operação para a remoção das famílias que se encontram em locais mais vulneráveis.

Nesta segunda-feira (23), o Mearim atingiu a marca de 8,57m, superando em 2,47m a sua cota de alerta, que é de 6,10m. Já são 75 bombeiros mobilizados de outras cidades para auxiliar o trabalho nas regiões inundadas. Como ações de assistência aos afetados, além das quentinhas produzidas pelo restaurante popular, 1050 cestas básicas serão fornecidas às famílias pelo governo do Maranhão.

Uma preocupação a mais com o período de inundações e alagamentos no estado, é a propagação do novo Coronavirus e da gripe H1N1 nos abrigos temporários. Para enfrentar o problema, barracas da Defesa Civil estão sendo ocupadas por famílias, assim como as salas de aulas das escolas, que tiveram as aulas suspensas por medida de prevenção.

O comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão, coronel Célio Roberto está acompanhando a operação na região e passa diretamente as diretrizes ao efetivo.“Estamos cumprindo um planejamento realizado para esse momento. Seguindo as diretrizes do governador Flávio Dino, continuaremos reforçando o trabalho. Hoje demos continuidade a retirada de famílias dos locais de risco, percorremos os bairros alagados e fizemos também o percurso com bote inflável pelo rio Mearim, a orientação é acomodar as famílias em locais seguros e dar continuidade nas ações assistências às pessoas”, disse o comandante.

Ao logo da operação, os bombeiros levam também a mensagem de prevenção para evitar a propagação do Covid-19, a lavagem das mãos, o isolamento social e as regras de higiene são orientações repassadas constantemente pelos militares. “Enfrentamos um momento difícil, além do histórico período chuvoso, a ameaça de transmissão do novo Coronavírus será um desafio pra todos nós, mas nem por isso deixaremos de dar assistência ao nosso povo, sobretudo àqueles que mais necessitam nesse momento”, pontuou o comandante.

Comentários do Blogger

0 Comentários