Compartilhe essa Notícia:
brandão meio ambiente

O vice-governador Carlos Brandão esteve, nesta manhã (16), representando o governador Flávio, na reunião com o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e os demais representantes dos Governos da Amazônia Legal.

Juntos, trataram da distribuição dos recursos oriundos da Lava Jato. Recentemente, o ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, definiu que R$ 1,060 bi devem ser destinados às soluções para o enfrentamento dos impactos ambientais causados pelas queimadas nessa região brasileira. Deste montante, são R$ 630 mi destinados ao governo federal. Dele, serão utilizados R$ 430 mi por meio da cota da Amazônia Legal.

O Maranhão, por exemplo, irá receber nesse primeiro momento cerca de R$24 mi, de forma igualitária. Os critérios para aplicação desses recursos serão definidos pelo STF, que ditará que tipos de projetos devem ser apresentados pelos Estados. “A segunda etapa será definida em outro encontro. Provavelmente, na semana que vem, estaremos todos reunidos novamente para detalhar como iremos investir esse percentual restante de recursos”, situou Carlos Brandão, ao se referir aos outros R$ 200 mi liberados pelo governo federal.

A destinação desse valor, inclusive, tem sido debatida a fim de que sejam sanadas outras questões que envolvem o meio ambiente, a exemplo da regularização fundiária, conclusão do ZEE e CAR. “Existem várias propostas e vamos definir quais são as novas prioridades entre os nove governadores da Amazônia Legal, no encontro que vem”, concluiu.

Carlos Brandão esteve acompanhado, nessa agenda, pelo secretário da Representação Institucional do governo do Maranhão no Distrito Federal, Ricardo Capelli.

Comentários do Blogger

0 Comentários