Compartilhe essa Notícia:

Capa de um dos três discos gravados por Zazá e Zezé na década de 1980 — Foto: Arquivo pessoal
O cantor Zazá, que fez dupla com Zezé di Camargo na década de 1980, morreu aos 67 anos, em um hospital de Ipameri, região sudeste de Goiás, onde morava atualmente. Segundo a família, o artista, cujo verdadeiro nome era Areovaldo Batista da Silva, fazia tratamento por conta de um câncer no pâncreas.

Zazá morreu na sexta-feira (12). Ele está sendo velado na cidade. O enterro está previsto para acontecer às 16h, no Cemitério Municipal.

"Ele descobriu o câncer há uns dois anos e fazia tratamento. Operou no ano passado e deu uma melhorada, mas agora piorou e não resistiu", disse ao G1 um dos oito irmãos vivos de Zazá, o também músico Lázaro Batista da Silva.

Ao G1, a assessoria de Zezé di Camargo informou que o cantor enviou os "sentimentos sinceros à família" de Zazá e está em oração para que ele seja recebido na "santa paz".

Zazá era divorciado e deixa dois filhos.

A história dos dois ficou conhecida após ser mostrada no filme "Dois Filhos de Francisco", que contou a história sobre a carreira de Zezé di Camargo e Luciano.
Zazá formou dupla com Zezé no início da década de 1980 — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Parceira com Zezé

Zazá foi o terceiro parceiro de Zezé, com o qual gravou três discos. Depois, a parceria acabou se dissolvendo. Ele chegou a gravar alguns discos solo, mas não seguiu com a carreira, embora nunca tenha abandonado a música.

Antes de cantar com Zazá, Zezé começou fez dupla com o irmão Emival (eram chamados de Camargo e Camarguinho), que morreu em um acidente de carro. Em seguida, tocou com Neilton, que morreu vítima de uma parada cardíaca, em 2017.

Após encerrar a parceria com Zazá, Zezé adotou o sobrenome artístico e formou a dupla com o irmão, Luciano, que estourou como hit "É o Amor" e se tornou uma das principais do sertanejo do Brasil.

Comentários do Blogger

0 Comentários