Compartilhe essa Notícia:

 Resultado de imagem para detran-maO blog teve acesso à pauta de reivindicações protocolada no Palácio dos Leões e no DETRAN, em 24/05, na qual constam algumas reivindicações dos servidores, como o corte do auxílio-alimentação no período de afastamento para tratamento de saúde e a falta de reajuste no salário-base, o qual se encontra congelado há mais de 6 (seis) anos. 

Desde que foi criado, em 29 de março de 2004, o auxílio-alimentação vinha sendo pago regularmente para os servidores do DETRAN, sobretudo nos afastamentos para tratamento de saúde, período no qual o servidor encontra-se debilitado e, por conseguinte, mais precisa do benefício, principalmente para ajudar no custeio de seus medicamentos.

 Quanto ao salário-base, a maioria dos servidores do DETRAN recebe, inacreditavelmente, apenas o valor de R$ 1.400,00 (mil e quatrocentos reais), estando congelado há mais de 6 (seis) anos. 

Assim sendo, tais servidores estão ganhando menos de um salário mínimo, uma vez que não possuem direito a FGTS, pagam sozinhos a sua previdência, ou seja, 11% (onze por cento) do que recebem, e contribuem para o FUNBEN (Fundo de Benefícios dos Servidores do Estado do Maranhão), uma espécie de assistência à saúde, com desconto de 3% (três por cento) para os titulares e de mais 1% (um por cento) por dependente. 

O que chama a atenção é que o DETRAN/MA, no dia 17/05, lançou a campanha “Corrupção Não: todos na direção certa!”, o que soa contraditório, uma vez que essa cultura de total desvalorização do servidor é um convite à corrupção. Além de tudo, com esse mísero salário, os servidores ficam desmotivados, o que é altamente compreensível. Como consequência, quem sofre também são os usuários, pois a tendência da qualidade dos serviços é só piorar. 

Quem não reclama, por exemplo, das enormes filas e da demora no resultado de seus processos? 

Para uma autarquia com grande poder de arrecadação, o DETRAN, por meio do governador e de sua diretora, não está fazendo nada mais do que humilhar os seus servidores. 

É o pior salário de todos os Detrans do Brasil. 

Outro ponto que merece bastante destaque é o fato de que o levante dos servidores insurgiu-se contra o próprio sindicato da categoria, ou seja, o movimento, que abrange a sede, os postos e todas as ciretrans, sem exceção, nasceu, estruturou-se e ganhou proporções gigantescas, contando com as assinaturas de 428 (quatrocentos e vinte e oito) servidores, isto é, mais da metade do quadro efetivo do Detran.

 E isso ocorreu justamente em razão da inércia do sindicato, que é tido com ilegítimo pelos servidores, tanto por estar com situação cadastral “INAPTA” perante a Receita Federal quanto por não haver prestação de contas há anos, além do fato de alguns de seus diretores exercerem cargos comissionados ou função gratificada e o seu presidente ser acusado de usar a licença sindical em proveito particular. 

Agora, com a pauta de reivindicações protocolada, o Governo e o DETRAN terão o prazo de 5 (cinco) dias úteis para manifestação, ou seja, até o dia 31/05, caso contrário, os servidores farão uma paralisação e, não havendo negociação, entrarão em greve por tempo indeterminado.

Comentários do Blogger

8 Comentários

  1. Que orgulho não era ser um servidor público antigamente!
    Hoje, os políticos massacram sem piedade.
    Seis anos sem reajuste só pode ser brincadeira.
    Esses sindicatos de hoje não são confiáveis.
    O negócio é ficar de olho.
    Boa sorte aos servidores do Detra!
    Eles vão precisar muito, porque o Dinossauro é osso.

    ResponderExcluir
  2. Desse jeito não tem quem aguente.

    ResponderExcluir
  3. É uma falta de respeito com os servidores um órgão que arrecada tanto dinheiro não paga um salário digno. lamentável a situação

    ResponderExcluir
  4. Seis anos sem reajuste salarial é a forma do governo demonstrar o respeito que tem pelos seus servidores, é uma vergonha isso.

    ResponderExcluir
  5. É inacreditável uma situação dessa vinda de um órgão que arrecada tanto, o funcionário que ganha pouco trabalha desmotivado e tende a produzir menos.

    ResponderExcluir
  6. O Detran precisa dos servidores, e os servidores desejam servir à sociedade. Entretanto, a motivação de alguns é proporcional a como são remunerados. PRECISAMOS DE MUDANÇAS JÁ !!!!!

    ResponderExcluir
  7. Enquanto o Governo fica rodando propagandas dizendo que valoriza seus servidores, é isso o que acontece por trás.

    6 anos sem reajuste. 6 anos com a inflação corroendo o poder aquisitivo. Enquanto isso, o Estado arrecada cada vez mais, e nas costas do próprio servidor, que acaba "pagando" O Estado para poder trabalhar.

    Esta realidade tem que mudar.

    ResponderExcluir
  8. Infelizmente o DETRAN do MA está entregue a uma cúpula da política onde poucos (servidores) trabalham pra uma maioria q se aproveitam que são os políticos da laia do SR. F.Dino.
    O primeiro concurso do Detran foi realizado em 2013 com o salário base de R$1.400,00(mil e quatrocentos reais) o segundo foi realizado em em 2017 (4 anos depois) com o mesmo salário base e já estamos em 2019 e o mesmo salário.
    Cadê o respeito ao reajuste garantido pela CF??
    Senhor Govenador, com todo respeito q o cargo requer, faça cumprir a lei já que vc já fez parte da magistratura e não venha dizer ou falar em princípio da reserva do impossível ou possível já que vossa excelência aumentou o salário dos comissionados em 20% conforme publicação no Diário Oficial.
    Fica uma fica ao MP e ao TC junto ao MP que façam uma investigação nos contratos com terceirizadas como por ex. BR construções que a anos saqueiam o estado através do Detran juntamente com tantas outras inclusive que até ao contrato de locadoras de outro estado fazendo como q o próprio Detran e sefaz deixem de arrecadar.

    ResponderExcluir