Compartilhe essa Notícia:
Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão -
A sessão plenária da Assembleia Legislativa desta terça-feira (23) marcou a volta da presença dos deputados à Casa. Afastados para cumprir as regras de distanciamento social devido a pandemia da Covid-19, o assunto mais comentado foi justamente o combate ao coronavírus no Maranhão. A maioria dos parlamentares destacou as ações implementadas pelo Governo do Estado.

Líder do Governo na Assembleia, o deputado Rafael Leitoa (PDT) ressaltou a ampliação do número de leitos de UTI por oito desde o início da pandemia com a inauguração de vários hospitais pelo interior do estado.

“E eu que fiquei a quarentena toda na minha cidade Timon, no interior, sou testemunha viva desse fato, pois lá hoje existem doze leitos funcionando com ventilação, oito leitos de UTI, mais quatro respiradores, um hospital de campanha montado anexo à UPA, que ajuda bastante o município”, relatou Leitoa.

O parlamentar lembrou, ainda, dos vários benefícios fiscais concedidos pelo Governo com o objetivo de minimizar a crise econômica causada pela pandemia. “De fato, é que o Governo do Estado, em nenhum momento, foi omisso no combate à pandemia, pelo contrário, são índices exitosos e principalmente no que diz respeito à transparência. Maranhão é um dos cinco Estados mais transparentes com relação aos gastos no combate ao coronavírus”, realçou.

O deputado estadual Marcos Caldas (PTB) também usou a tribuna para frisar os avanços obtidos neste momento de crise sanitária, mesmo com as dificuldades que chegaram a ser até mundiais na busca por equipamentos. “O Governo, mesmo tendo investido maciçamente na saúde, apesar dos recursos terem caído no Estado, não parou de investir, continua fazendo estradas, inaugurando escolas, continua cuidando do povo do Maranhão”, sublinhou Caldas.

Já o deputado Antônio Pereira (DEM) parabenizou o governador Flávio Dino e o secretário de Saúde Carlos Lula “e as autoridades de saúde desse estado, que de um modo geral fizeram um grande trabalho na solução, ainda estão fazendo e precisarão fazer ainda no decorrer de todo ano um trabalho importante para resolver esse grande problema”.

Comentários do Blogger

0 Comentários