Compartilhe essa Notícia:

A aluna do curso de Medicina do Ceuma de São Luís, Jéssica Portilho, recentemente compartilhou um vídeo no Instagram expressando críticas contra a faculdade. Ela é natural de Poção de Pedras e suas declarações ganharam espaço nas mídias da capital.

Nas gravações, ela relata que a instituição, sob o pretexto de mudar a grade curricular, praticamente não oferece mais aulas aos alunos, sejam elas teóricas ou práticas. A estudante relata ainda que os momentos em sala de aula resumem-se às leituras de artigos.

“A gente paga um absurdo para receber um diploma só, porque aula e prática a gente não tem”, completou.

Jéssica também aponta a demissão de pelo menos 16 professores como um dos maiores problemas para o cumprimento da carga horária devida.

Jéssica Portilho é filha do casal, Elias Portilho, servidor do Banco do Brasil de Poção de Pedras e da professora Luísa Helena.



- Com informações de Gilberto Léda

Comentários do Blogger

2 Comentários

  1. Minha querida,a CEUMA realmente não vale nada,mas você também não possui um pingo de educação e muito menos conhecimento científico,por isso está pagando uma mensalidade exorbitante ,como você mesma disse ,e é obrigada a se sujeitar a essa faculdade mesmo,que é a que está no seu nível.

    ResponderExcluir
  2. O que essas faculdades estão fazendo é um crime,esses donos de faculdades mereciam ser presos,formando pessoas que não sabem de absolutamente nada,principalmente na área médica,matando gente todo dia .

    ResponderExcluir