Compartilhe essa Notícia:

 Casamento Comunitário aconteceu nesta quinta-feira (10) em Igarapé Grande


A abertura de mais uma edição do projeto Casamentos Comunitários da comarca de Igarapé Grande e termo judiciário de Bernardo do Mearim foi bem diferente. Após as saudações feitas pelo mestre de cerimônia, o oficial de justiça Valney Gomes de Oliveira, dois casais de artistas da região – formados por Leonora Alves da Silva e Ismael Magalhães dos Reis e Luana de Araújo Lopes e Clemilton Rodrigues Lopes –, cantaram a música de entrada dos casais participantes da cerimônia de união civil.

A solenidade de casamento comunitário aconteceu nesta quinta-feira (10), às 17h, na Praça Mariano Costa, em frente à Igreja Matriz, com a presença de 105 casais dos municípios da sede e de Bernardo do Mearim. O evento foi presidido pelo juiz titular da comarca, Alexandre Magno Nascimento de Andrade, e contou com a presença dos juízes Bernardo Luiz de Melo Freire (Poção de Pedras), Cristina Leal Meireles (2ª Vara de Lago da Pedra); Ana Gabriela Costa Everton (2ª Vara de Pedreiras); Gisa Fernanda Nery Mendonça Benício (4ª Vara de Pedreiras); Hevelane da Costa Albuquerque (Vitorino Freire) e Urbanete de Angiolis Silva (Esperantinópolis).

Também estiveram presentes o prefeito de Igarapé Grande, Erlânio Furtado Luna Xavier e a prefeita de Bernardo do Mearim, Eudina Costa Pinheiro. O prefeito falou sobre a iniciativa do judiciário de promover cidadania sem qualquer custo às comunidades mais distantes do Estado. “Essa iniciativa traz dignidade às pessoas, aos casais, principalmente a quem mora na zona rural, que não tem condições de pagar as custas de um casamento, então nós do poder executivo só temos a agradecer essa iniciativa e colaborar, da melhor maneira possível”, disse.

Em seu discurso, o juiz titular da comarca de Igarapé Grande aproveitou para renovar os votos de união e felicidade com sua esposa e sua família, presentes no local. Ele agradeceu ao corregedor-geral, des. Marcelo Carvalho Silva pelo apoio ao evento e por todos os servidores e colaboradores que estiveram engajados na organização desta segunda edição do projeto realizado no município.

Após receberem as bênçãos do padre, teve início o rito da união civil com destaques para o casal mais idoso, Maria das Dores Araújo dos Santos de 53 anos e Ananias Barros de Souza de 89 anos. Eles já viviam em união estável havia mais de 33 anos. Depois foi a vez do casal mais jovem, Maria Jaqueline Araújo de Souza, 17 anos e Ronaldo Bezerra de Souza, 23 anos. Ao final da cerimônia houve sorteio de presentes e distribuição de lanches aos casais presentes.

PROJETO – No Projeto Casamentos Comunitários a união civil é gratuita, sem a cobrança de custas cartorárias e emissão gratuita das certidões pelos Cartórios Extrajudiciais. O projeto é uma iniciativa da Corregedoria Geral da Justiça desde 1998 e realizado em parceria institucional com o setor privado e órgãos públicos municipais que colaboram na montagem da estrutura necessária para a realização do evento.

Comentários do Blogger

0 Comentários