Compartilhe essa Notícia:

A população viveu momento de terror durante o final de semana na cidade de Bacabal, diante das mortes ocorridas na sexta e no sábado durante briga de gangues. A todo momento, eram publicadas em redes sociais, áudios, vídeos e mensagens do verdadeiro terror patrocinado por integrantes de facções dos bairros; Vila Frei Solano, bairro da Areia e Trizidela.
A polícia teve que trabalhar muito conter a onda de pânico promovida por bandidos (Gangues) rivais, dentre eles, menores de idade. A Polícia Militar recebeu informações de que uma pessoa tinha sido alvejada por disparos de arma de fogo no bairro Vila Frei Solano. A guarnição comandada pelo Sgt R. Costa se deslocou até o local e constatou que se tratava de Luciano Teixeira Sousa, 17 anos de idade, que não resistiu aos ferimentos e morreu no local. A área foi isolada e preservada até a chegada da Polícia Judiciária.

O investigador Rocha relatou a equipe de reportagem comandada pelo repórter Romário Alves, que os autores seriam dois indivíduos que pilotavam uma motocicleta Bros. Ambos estavam encapuzados e ao se depararem com a vítima, foram logo atirando. Luciano morreu em frente a própria residência. Ele ia completa 18 anos, na próxima quarta-feira dia 17 abril. Ainda segundo o investigador, Luciano participava de uma gangue em Bacabal, e que possivelmente teria sido morto por conta de briga entre rivais. Ele disse ainda, que, as que estão sendo chamadas de facções, sendo que a da Vila Frei Solano é rival com a do bairro da Areia e da Trizidela.

Já na manhã de sábado (13), na Rua 07, bairro Vila Frei Solano, mais um crime de Homicídio com características de execução. Leandro Gonzalez de Sousa, 30 anos de idade, morreu vítima de vários disparos de arma de fogo na cabeça e boca, além de vários cortes e perfurações a faca também na região da cabeça. Leandro antes de ser morto ainda foi perseguido por várias ruas do bairro, quando após pular um muro de um terreno foi alçado pelos autores do crime e executado com requintes de crueldade. 

A bruxa estava solta em Bacabal. Já na manhã de sábado aconteceu um tiroteio entre membros de facções dentro do Cemitério da Mangueira, onde estava ocorrendo o sepultamento de Luciano Teixeira, que foi executado na noite de sexta-feira (12), na Vila Frei Solano. Segundo informações, a invasão ao cemitério no momento do sepultamento seria para executar outras pessoas.

Os policiais do 15º Batalhão de Polícia de Bacabal, tiveram bastante trabalho durante o final de semana em razão das mortes e brigas de integrantes das gangues que trocavam tiros nos bairros da cidade promovendo pânico na população.
Por:  Falando Sério Bacabal

Comentários do Blogger

4 Comentários