Compartilhe essa Notícia:


Uma reunião com os outros PCdoB, PDT e Rede poderá ocorrer ainda nesta semana

O PT, o PSB e o Psol anunciaram nesta terça-feira (22) que formarão um bloco de partidos de esquerda para se opor na Câmara dos Deputados ao governo de Jair Bolsonaro. Os três partidos contam com 96 deputados no total.

A intenção é tentar juntar todas as siglas de esquerda. Por isso, a presidente do PT, Gleisi Hoffman, disse que o próximo passo é convidar PCdoB, PDT e Rede. “Achamos que isso é fundamental para fazer um enfrentamento firme ao governo Bolsonaro, que já demonstra não ter capacidade de sustentação”, disse a deputada eleita. 

Uma reunião com os outros três partidos poderá ocorrer ainda nesta semana. 

Para o deputado eleito Marcelo Freixo (Psol-RJ), que já anunciou sua candidatura à Presidência da Câmara, o foco agora é ampliar alianças entre partidos de esquerda e centro-esquerda. "O mais importante é a garantia da unidade do campo de esquerda. Nosso nome está apresentado para buscar essa unidade desde o início", afirmou. 

Eleição 

A eleição para a Presidência da Câmara e demais cargos da Mesa Diretora está marcada para o dia 1º de fevereiro, após a posse dos parlamentares da nova legislatura. 

Até agora, já anunciaram candidatura à Presidência da Câmara: 

Alceu Moreira (MDB-RS) 
Capitão Augusto (PR-SP) 
Fábio Ramalho (MDB-MG) 
JHC (PSB-AL) 
Kim Kataguiri (DEM-SP) 
Marcel Van Hattem (Novo-RS) 
Marcelo Freixo (Psol-RJ)

Comentários do Blogger

5 Comentários

  1. Capitão Augusto é o favorito

    ResponderExcluir
  2. Meu deputado vai votar no capitão Augusto

    ResponderExcluir
  3. Vamos apoiar capitão Augusto

    ResponderExcluir
  4. Chega de canalhas no poder agora é capitão Augusto

    ResponderExcluir
  5. Adeus PTralhas canalhas

    ResponderExcluir