Denuncie

Em nota, PT diz que não compete ao Brasil decidir quem deve ou não governar a Venezuela

quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

Compartilhe esta Notícia

Foto: Reprodução/ETV/YouTube
O PT divulgou nota, nesta quinta-feira (24), na qual critica a atitude dos governos de Jair Bolsonaro e Donald Trump, que estão apoiando a tentativa de golpe na Venezuela, que tem como objetivo a retirada do poder do presidente legítimo, Nicolás Maduro.

Íntegra da nota:

Incapaz de lidar com os problemas reais do Brasil, o governo de Jair Bolsonaro intrometeu-se nos assuntos internos de um país vizinho, a Venezuela, submetendo-se de forma humilhante à política externa do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Não compete ao Brasil nem a outros países decidir quem deve ou não deve governar a Venezuela, que tem um presidente eleito pela maioria da população. Ao “reconhecer” um governo autoproclamado, que não tem origem no voto, Jair Bolsonaro embarca o Brasil numa crise que não é nossa, ao invés de contribuir para uma solução política.

A intervenção estrangeira na Venezuela remete a América Latina de volta ao século passado; ao tempo da Guerra Fria. Quantos golpes de Estado, quantas ditaduras se estabeleceram no continente sob o pretexto de “defender a democracia”? E sempre de acordo com os interesses dos Estados Unidos.

Nossos povos lutaram muito para restabelecer a democracia na região. Construímos boas relações, respeitando o princípio da autodeterminação. O Brasil desempenhou importante papel neste processo, fortalecendo o Mercosul e contribuindo para a criação da Unasul e da Celac. O Brasil passou a ser respeitado como mediador de conflitos na América Latina e em todo o mundo. Hoje, os novos organismos políticos regionais estão sendo deliberadamente esvaziados por governos de direita, entre os quais se inclui o de Bolsonaro.

Temos com a Venezuela desafios comuns nas nossas fronteiras, no cuidado aos nossos povos, na proteção à Amazônia, na produção de petróleo e um comércio intenso favorável ao Brasil, que gera empregos e riqueza no nosso pais. Ao Brasil interessa uma Venezuela em paz, soberana e em desenvolvimento.

A quem interessa isolar o governo eleito da Venezuela? A quem interessa retomar a velha ordem na América Latina? A quem interessa um conflito em nossa região, com grave risco de ser militarizado? A quem interessa um novo Iraque em nossa vizinhança? Ao povo venezuelano, brasileiro e latino-americano é que não.

Repudiamos a intervenção na Venezuela e conclamamos as forças democráticas da América Latina a retomar o diálogo político independente que vínhamos construindo neste Século XXI.

Gleisi Hoffmann, presidenta Nacional do Partido dos Trabalhadores
ATENÇÃO!
Todos os comentários abaixo são de inteira RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA de seus Autores(LEITORES/VISITANTES). E não representam à opinião do Autor deste Blog.

0 comentários :

Postar um comentário