Compartilhe essa Notícia:

Hoje (05) foi iniciada a reforma da camada asfáltica da MA-012, trecho entre o Povoado Cariri, município de Igarapé Grande, Poção de Pedras e Esperantinópolis é a realização de um sonho, para quem mora nas redondezas e para quem trafega constantemente nesse percurso.

Esse é um dos assuntos mais discutidos pelos moradores da região nesse ano, pois após o período chuvoso, a péssima trafegabilidade agravou esse pedaço da rodovia que não chega a 30 quilômetros, o asfalto está totalmente deteriorado, fora os contantes acidentes provocados pela grande quantidade de buracos, chegando a tirar várias vidas.

O governo do Estado anda investindo pesado na construção e recuperação de estradas e rodovias em todo o Estado do Maranhão, um grande exemplo é a construção do trecho da MA-012 que liga a cidade de Barra do Corda ao município de São Raimundo do Doca Bezerra que está na fase final para sua conclusão.

Além de ser a realização de um grande sonho, aguardada há décadas, essa obra também promoverá o desenvolvimento econômico e social da região que engloba várias cidades, ligando o Médio Mearim a região Central do Estado. São 52 quilômetros de extensão e com um investimento de cerca de 40 milhões de reais.



Comentários do Blogger

7 Comentários

  1. Daqui um mês já vai está do mesmo jeito ou pior.

    ResponderExcluir
  2. Isso não irá resolver.Dentro de 2 meses estará do mesmo jeito

    ResponderExcluir
  3. Tinha que ser feito era todo, terra planagem, tirar esse asfalto ruim e botar um novo.

    ResponderExcluir
  4. Eita serviço nojento!!! terceira ou quarta qualidade, com uma chuva forte, vai desmanchar. Aff!!! Porquê não faz um serviço bem feito para durar ao menos 4 anos????

    ResponderExcluir
  5. Serviços porcos, tinha que ser retirado o asfalto velho e escapado com novo, esse tapa buracos ai não serve para nada.

    ResponderExcluir
  6. Kkkkkkkk foi o Frederico que pediu ?

    ResponderExcluir
  7. O ser humano sofre de um mal irremediável: O Inconformismo.
    Vai entender! Melhor deixar para lá.
    O bom mesmo era não fazer? É isso que vocês estão dizendo?

    ResponderExcluir