O radialista Antonio Givanildo Ferreira Neves, conhecido como Gilvan Neves, de 43 anos de idade, morreu em um acidente de trânsito, na madrugada desta quinta-feira (5), na BR-222, na cidade de Bom Jesus das Selvas, no sudoeste do Maranhão, próximo à região tocantina.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Gilvan Neves saiu da cidade de Açailândia dirigindo um veículo Toyota Corolla, no início da madrugada desta quinta, por volta de 2h, em direção à Bom Jesus das Selvas, onde comandaria mais uma edição de um programa feito por ele em uma rádio local da cidade.
Radialista morre após carro colidir com caminhão na BR-222, no sudoeste do Maranhão — Foto: Divulgação/PRF

Ao passar na altura do quilômetro 588, próximo à Bom Jesus das Selvas, Gilvan entrou com o carro na contramão de direção e colidiu de frente com um caminhão carvoeiro, que viajava no sentido contrário.
Radialista morre após carro colidir com caminhão na BR-222, no sudoeste do Maranhão — Foto: Divulgação/PRF

O condutor do caminhão envolvido declarou à equipe PRF que o Corolla seguia normal, quando repentinamente adentrou para a contramão e colidiu no veículo de carga.

"Ele não vinha ultrapassando ninguém, pois a pista estava livre", informou o condutor do caminhão carvoeiro.

Uma equipe da Polícia Rodoviária Federal da Unidade Operacional de Açailândia atendeu a ocorrência. Segundo a PRF, todos os indícios apontam que o motorista pode ter dormido ao volante, um problema recorrente em parte dos acidentes registrados durante a madrugada nas rodovias.
Radialista morre após carro colidir com caminhão na BR-222, no sudoeste do Maranhão — Foto: Divulgação/PRF

Ainda de acordo com a PRF, no local do acidente não havia marcas de frenagem, o que converge para a forte suspeita de sono ao volante. A polícia não descarta, também, outras hipóteses como, por exemplo, mal súbito, porém, todos os vestígios apontam para cansaço e sono.

Comentários do Blogger

0 Comentários