Compartilhe essa Notícia:

 

Maconha apreendida pela Polícia Civil está avaliada em R$ 250 mil (Foto: Divulgação)
Em operação contra o tráfico de drogas na Região Metropolitana de São Luís, a Polícia Civil apreendeu 110 quilos de maconha prensada e prendeu dois suspeitos. O trabalho foi conduzido por equipe da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), após receberem informações de carga de drogas na entrada da capital. A abordagem aos suspeitos ocorreu na madrugada desta segunda-feira (30). 

“São diversas as operações que temos em execução com a finalidade de combater o tráfico de drogas. Nesta operação, com as informações que recebemos, conseguimos interceptar os dois suspeitos e prendê-los com uma grande quantidade de drogas. Uma quantia expressiva e que foi retirada das mãos do tráfico”, explica o titular da SEIC, o delegado Carlos Alessandro Rodrigues. A droga estava prensada e pronta para venda. O volume apreendido foi avaliado pela polícia em aproximadamente R$ 250 mil.

O delegado explica que, com a informação do veículo entrando na capital com grande volume de droga, as equipes iniciaram monitoramento para surpreender e prender em flagrante os suspeitos. A maconha era transportada em um veículo Eco Sport de cor preta, que também foi apreendido pela polícia. Ocupavam o veículo um homem nascido em Minas Gerais e residente em São Paulo; e um maranhense. Ao avistarem a barreira da polícia na altura da Estiva-Estreito dos Mosquitos, fugiram, até serem parados pelos policiais. Ao vistoriar o veículo, os policiais encontraram os ‘tijolos’ de maconha prensada.

O trabalho teve apoio operacional da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Militar. As investigações prosseguem para identificar demais envolvidos no caso e origem da droga apreendida. Em outra operação, no município de Imperatriz, foi preso, em flagrante, um suspeito de assalto a banco e apreendido com ele uma arma de fogo e 14 munições intactas. A ação foi coordenada pelo Departamento de Combate a Roubos a Instituições Financeiras (Dcrif).

No momento da abordagem, o suspeito reagiu sacando uma pistola ponto 40, mas foi atingido pelos policiais antes que disparasse. Ferido, foi socorrido e levado ao hospital da cidade. O preso é suspeito de planejar e executar um roubo ao Banco do Brasil, ocorrido em setembro, na cidade de Lago da Pedra. Neste roubo, quatro indivíduos armados renderam os seguranças da agência, levando suas armas e quantia em dinheiro.

Comentários do Blogger

0 Comentários