Compartilhe essa Notícia:

“Se não fosse o atendimento oferecido por este hospital, com certeza eu estaria em um cemitério”, afirma Amaro Ferreira, 74 anos. O aposentado, que é morador da cidade de Lagoa Grande, deu entrada no Hospital Regional Dr. Rubens Jorge, na cidade de Lago da Pedra, com falta de ar e cansaço e conta que se não fosse a o atendimento especializado oferecido pela unidade não teria resistido à Covid-19.

Amaro Ferreira complementa. “Este hospital, para mim, tem estrutura de primeiro mundo, e eu agradeço a Deus por ele, pois salvou a minha vida. Eu também agradeço muito aos profissionais que cuidam de mim, aqui todo mundo me trata como um pai, e para mim, eles sempre serão meus filhos”, conta, emocionado.

O Hospital Regional de Lago da Pedra foi entregue no dia 8 de junho e conta com 25 leitos clínicos e cinco de UTI, reforçando a assistência no atendimento de pacientes com a Covid-19, dando suporte à rede de saúde da região. A unidade já realizou mais de 65 internações e atendeu 1.100 pessoas no ambulatório, voltado aos pacientes com quadro leve do novo coronavírus.

“A unidade atualmente é referência para o combate à Covid-19 em Lago da Pedra e municípios vizinhos, e daqui há alguns meses, controlada a pandemia, vamos aplicar à unidade o seu desenho inicial, que é a realização de cirurgias eletivas e internação clínica dos pacientes”, destaca o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, que na última semana visitou a região.

De acordo com a diretora geral da unidade, Solange Vieira, o objetivo é oferecer o melhor atendimento possível para o paciente. “Aqui nós oferecemos atendimento ambulatorial com a média de 60 consultas diárias, o paciente também tem a oportunidade de realizar o teste para detecção da Covid, assim como o acesso à vários exames, como por exemplo a tomografia”, diz a gestora. 

Quem mora em Lago da Pedra também diz estar satisfeito com o atendimento especializado oferecido no local. Jesuleido Alves da Silva, 44 anos, é motorista e precisou de atendimento na unidade. Ele fala sobre a importância de hospital especializado em tratamento da Covid-19 na cidade. 

“A abertura desse hospital aqui na cidade foi boa demais. Se não fosse essa unidade aqui nós teríamos que buscar atendimento em Peritoró, Presidente Dutra ou Bacabal e percorrer grandes distâncias. Aqui eu pude ficar perto de casa, próximo da minha família. Eu trabalhei na construção desse hospital, trazendo material de construção e fico muito feliz em ter sido atendido aqui neste momento”, ressalta Jesuleido Alves.

A unidade conta com equipe multiprofissional composta por médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, nutricionistas, fisioterapeutas, assistentes sociais, bioquímicos, farmacêuticos, psicólogos, técnicos em radiologia, técnicos em laboratório, técnicos em segurança do trabalho, agentes de segurança e maqueiros. Cerca de 180 profissionais da saúde que trabalham na unidade foram contratados através do processo seletivo simplificado para Covid-19.

Comentários do Blogger

0 Comentários