Compartilhe essa Notícia:



O  nacional do PT e deputado federal Paulo Teixeira afirmou que nesta quinta-feira (02) que o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) estará na chapa petista para as eleições presidenciais em 2022. No Twitter, Teixeira disse que Dino fará parte da chapa “ou com Lula ou com [Fernando] Haddad”.

Único representante do PCdoB à frente de um Estado no país e um dos únicos da esquerda atualmente eleitos para governar um Estado, Dino está sendo disputado politicamente para as eleições de 2022. Na quarta-feira (01), o nome do governador também já havia aparecido como possível componente para as próximas eleições presidenciais. Em seu blog, o jornalista Ricardo Noblat afirmou que o apresentador Luciano Huck tem conversado com Flávio Dino. O apresentador teria lhe oferecido a vaga de vice-presidente em sua chapa.

Apesar de o nome de Dino estar sendo especulado nos últimos dias para as eleições, até o momento ele não se pronunciou sobre o assunto.

De acordo com o blog do jornalista Rovai, Lula e Flávio Dino devem se encontrar ainda este mês em São Paulo. Em pauta estará  a possível candidatura do governador às eleições presidenciais.

 

Quem é Flávio Dino

Flávio Dino de Castro e Costa nasceu em 30 de abril de 1968 em São Luís. Formou-se em Direito pela Universidade Federal do Maranhão, onde deu inicio à sua militância política em entidades estudantis. Trabalhou como advogado para sindicatos e participou da campanha para Lula em 1989. Em 1994, foi aprovado em concurso público para juiz federal e atuou como magistrado até 2006. Ele renunciou ao cargo para se candidatar a deputado federal. Filiado ao PCdoB, Flávio Dino foi eleito ao Congresso Nacional. Dois anos depois, concorreu à Prefeitura de São Luís. Foi derrotado no segundo turno por João Castelo (PSDB), aliado de José Sarney. Em 2010, fez uma nova tentativa eleitoral, desta vez ao governo do Estado. Sua coligação, com PPS e PSB, não contou com o apoio do PT porque a executiva nacional da legenda fez uma intervenção no Maranhão em favor do endosso à candidatura de Roseana Sarney (PMDB), eleita governadora. Entre 2011 e 2014, Flávio Dino presidiu a Embratur, subordinada ao Ministério do Turismo. Em 2014 foi eleito governador do Maranhão, sendo reeleito em 2018.

Comentários do Blogger

0 Comentários