Compartilhe essa Notícia:

Em convênio celebrado com a prefeitura de Esperantinópolis, o governo do Estado assegurou a execução de três pontes de concreto para a sede do município. Todavia, após um ano, nenhuma ponte foi concluída e muitos transtornos e acidentes são contabilizados. 

As pontes do antigo Matadouro, do bairro Laranjal ligando ao povoado Pé da Serra do Angelim e a ponte que liga a sede ao povoado Mão Cheinha, chamada de ponte do Olímpio, foram anunciadas como um investimento milionário,  o motivo de terem sido paralisadas é que o governo estadual nunca pagou a primeira medição. A população que vem sofrendo muito com a não conclusão dos serviços e tem gerado, inclusive, um impacto negativo no comércio local, principalmente no período chuvoso que se encerrou. Além de diversas famílias terem que mudar o percurso por conta da ausência das pontes, acidentes têm sido registrados. O último aconteceu nesta madrugada, ao final do festa de aniversário da cidade que teve como atração principal o cantor Jonas Esticado. 


Nessas obras não há contrapartida financeira do município,  a execução é de total responsabilidade do Estado.

Comentários do Blogger

6 Comentários

  1. Qual a localização dessa ponte? bairro, rua... Não deu p identificar na foto.

    ResponderExcluir
  2. Pontes de palmeiras de babaçu, só mesmo aqui em nosso município, pois nem no AFEGANISTÃO, um país miserável, de extrema pobreza, existe pontes de palmeiras. AINDA ATEM GENTE QUE CHAMA DE "desenvolvimento para todos. Que piada mais ridícula essa frase da logomarca do Prefeito da nossa cidade.

    ResponderExcluir
  3. liga o laranjal e pé da serra do angelim

    ResponderExcluir
  4. A ponte de palmeira do gaspar

    ResponderExcluir
  5. Desenvolvimento para (uma família só), todos os tios, irmãos, primos, sobrinhos, cunhados e o genro estão mamando bem na prefeitura. Com cargos de secretários.

    ResponderExcluir
  6. Essa ponte foi construída já esse ano pelo prefeito material especial (palmeiras de babaçu).

    ResponderExcluir