Compartilhe essa Notícia:

Resultado de imagem para Anderson dos Santos Lourenço
O Tribunal do Júri da Comarca de Buriti condenou, em 18 de junho, Anderson dos Santos Lourenço, conhecido como Raí, a 19 anos de prisão pelo assassinato de Maria das Graças Viana, a Gracinha. A vítima foi executada com pancadas na cabeça e uma facada durante as comemorações da passagem do ano de 2017 para 2018, no interior de sua residência, no município de Buriti.

O júri reconheceu a prática de homicídio qualificado (meio cruel e recurso que impossibilitou a defesa da vítima). Além disso, foi levado em consideração o fato de que Maria das Graças Viana era idosa. A pena deverá ser cumprida na Penitenciária de Chapadinha.

Defendeu a tese do Ministério Público do Maranhão o promotor de justiça Raphaell Bruno Aragão de Oliveira. Proferiu a sentença o juiz José Pereira Lima Filho.

Nos autos, foi informado que o motivo do assassinato é desconhecido, mas foi destacado que o homicida manteve anteriormente uma relação amorosa com Maria das Graças Viana, o que teria facilitado a entrada do criminoso na residência dela.

Comentários do Blogger

0 Comentários