Compartilhe essa Notícia:

Resultado de imagem para ricardo murad
Depois de conseguir um efeito suspensivo no Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (reveja), o ex-deputado Ricardo Murad (MDB) obteve nova vitória no processo em que luta contra sua inelegibilidade. 

Na semana passada, o ministro Jorge Mussi, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), deu provimento a um recurso protocolado pela defesa do emedebista e deferiu seu registro de candidatura. 

Com isso, passam a ser válidos os 23.320 votos de Murad, até o julgamento do mérito, em como fazer uma loja virtual plenário. Baixe aqui a decisão. 

O ex-parlamentar estava inelegível até 2020 desde uma decisão desfavorável tomada pela Justiça Eleitoral em Coroatá, referente às eleições de 2012 – decisão depois confirmada pelo TRE . 

Quem fica de olho na situação, agora, é Wolmer Araújo (PV), que acabou como primeiro suplente, e alimenta a possibilidade de assumir o mandato após a recontagem de votos. Nesse caso, perderia a vaga Juscelino Filho (DEM), mas isso ainda não é uma certeza.

Por Gilberto Léda.

Comentários do Blogger

3 Comentários

  1. Tomara que aquele vagabundo perca o mandato, votei no Juscelino, encontrei com ele no aeroporto fui comprimenta-lo e ele fez de conta que nem me conhecia, nunca mais dou um voto naquele vagabundo sem caráter .

    ResponderExcluir
  2. Pensei que era só eu que tava decepcionado com aquele imundo, playboy arrogante e prepotente, nunca mais votarei nesse canalha covarde .

    ResponderExcluir
  3. Rapazes esses Deputados do Maranhão não estão nem aí para o povo! E sabe porque? Por que compraram os mandatos. Simples assim!

    ResponderExcluir