Denuncie

Reunião no Ministério do Desenvolvimento Regional debate auxílio aos municípios afetados por enchentes

quarta-feira, 10 de abril de 2019

Compartilhe esta Notícia


Prefeitos maranhenses de cidades atingidas pelas fortes chuvas, deputados federais e o senador Weverton Rocha estiveram com o vice-governador Carlos Brandão, na última terça-feira (9), em audiência com o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, para tratar sobre o apoio do governo federal às gestões municipais maranhenses.

O ministro explicou que para qualquer apoio nesse cenário, é necessário o reconhecimento federal e uma autorização via sistema sobre o que está sendo solicitado. “Se o município quer colchão, água, kits de higiene, por exemplo, precisamos saber disso e é só pelo sistema”, explicou o ministro.

“Imperatriz, Alto Alegre do Pindaré, Santa Helena e Araguanã já estão reconhecidos. Entrando no Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2ID), automaticamente, são repassadas as informações e reconhecida a situação de emergência para o Estado e a União. Então, o conhecimento da situação é mútuo. Aqueles gestores que porventura ainda não realizaram o cadastro de seu município, que o façam de imediato”, certificou o coronel Alexandre Lucas, secretário nacional da Defesa Civil.

No diálogo, o vice-governador Carlos Brandão também lembrou que no Maranhão existe o plantão de atendimento 24h através dos números 32121501/32121515, com o corpo técnico à disposição para atestar e agilizar o processo de cadastro do município atingido. Após o contato com a Defesa Civil Estadual, assim que o documento informatizado chega ao governo federal, e a Defesa Civil Nacional reconhece a situação de emergência, são definidas as ações e medidas a serem adotadas para atender efetivamente as cidades.

“Quanto mais rápido os documentos chegarem para nós, mais rapidamente chegará uma solução para os municípios”, complementou o vice-governador Carlos Brandão.

O prefeito de Trizidela do Vale, cidade que frequentemente sofre com alagamentos pela alta do Rio Mearim, elogiou o apoio do Estado ao município. “Quero tecer um elogio à Defesa Civil Estadual pela celeridade em nos fornecer suporte. Telefonamos pedindo auxílio em um dia e no outro já recebemos toda a assistência possível”, reconheceu o prefeito de Trizidela do Vale, Fred Maia.

Atuação do CBMMA

Com os prejuízos causados pelo intenso período chuvoso, equipes de bombeiros intensificam a operação de auxílio aos moradores das áreas ribeirinhas. A prioridade é trabalhar em integração com as prefeituras no sentido de remover as pessoas que ainda estão nas áreas de riscos.O cenário de inundação provocado pelas cheias dos rios já deixa 422 famílias desabrigadas e 1.106 desalojadas. Até o momento, 18 municípios já decretaram Situação de Emergência.

Os Bombeiros da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (CEPDECMA) cumprem um calendário de visitas aos municípios mais afetados. O objetivo é auxiliar o executivo municipal no processo legal, orientado pela Política Nacional de Defesa Civil no que diz respeito ao preenchimento da documentação relativa ao decreto de Situação de Emergência, à homologação estadual e ao reconhecimento federal dos eventos anormais vivenciados nesse período.

Municípios em Situação de Emergência

Santo Amaro, Santa Helena, Boa Vista do Gurupi, Itaipava do Grajaú, Formosa da Serra Negra, Barão de Grajaú, Nina Rodrigues, Sítio Novo, Icatu, Alto Alegre do Pindaré, Paço do Lumiar, Araioses, São José de Ribamar, Timon, Conceição do Lago Açu, Imperatriz, Pindaré e Pinheiro.
ATENÇÃO!
Todos os comentários abaixo são de inteira RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA de seus Autores(LEITORES/VISITANTES). E não representam à opinião do Autor deste Blog.

0 comentários :

Postar um comentário