Compartilhe essa Notícia:



O Blog Carlos Barroso esteve conversando na última sexta-feira (15) com o Presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Sinproesemma), do núcleo de Lago da Pedra, Valdielcio Alves, que nos falou um pouco sobre a atual situação da classe no município.

Blog: Como se encontra hoje a classe dos educadores com a gestão do prefeito Laércio Arruda?

Valdielcio: No momento nós tivemos algumas reuniões e ontem a administração pública realizou uma reuniu com a categoria, e lá foram anunciados alguns questionamentos, que o sindicato havia cobrando da pauta salarial, só que hoje, vivemos um momento complicado, porque tivemos o ano de 2018 muito difícil, a gestão atual não dialogava com a representatividade do Sinproesemma, não concedeu o reajuste dos salários dos professores.

Blog: E como está o diálogo em 2019?

Valdielcio: Foi concedido o reajuste de 4,17% referente a esse ano, mas o prejuízo de 2018 continua, uma vez que os nossos salários estavam congelados há 23 meses e mesmo com esse reajuste de 2019, não foi reparado o dano nos contracheques dos professores, e ficou uma defasagem de 6,81% referente ao ano passado.

Blog: Como está se comportando o Sindicato a partir de agora?

Valdielcio: O Sindicato se comportará da mesma forma, cobrando, levando sua pauta de reivindicações e atualmente temos uma pauta para o anos de 2019, composta por 20 itens e na reunião de ontem conseguimos 4, isso significa que não chegamos nem a 25% das reivindicações e continuaremos na ativa cobrando nossos direitos diates dos poderes do município, principalmente ao poder executivo, que tem que desempenhar seus deveres como gestor.

Comentários do Blogger

0 Comentários