Compartilhe essa Notícia:


A revista Saúde News Nordeste em consulta às entidades, autoridades da área e à classe médica, entre toda os tantos esculápios maranhenses, elegeu o médico pedreirense Allan Roberto Costa Silva, como um dos 12 médicos destaques no quesito Saúde Pública no estado do Maranhão no ano de 2018.

A solenidade aos homenageados ocorreu em São Luís na noite de ontem, (19), num dos auditórios do Blue Tree Hotel.

As homenagens não se restringiram somente à classe médica, mas também aos municípios que evoluíram da gestão passada à atual na Atenção Básica de Saúde, como Caxias, Bacabal e Pinheiro, por exemplo. E também a autoridades relacionadas à área como os Promotores de Justiça Titulares das Varas do Idoso e da Saúde da capital, respectivamente, Dr. Augusto Cutrim e Dra. Glória Mafra. Representantes dos gestores de saúde do governo federal, estadual e municipais participaram do evento.

Na ocasião, ao receber sua homenagem, Dr. Allan fez questão de chamar sua esposa, Renata Klycia, à frente e homenageá-la como grande responsável por seu sucesso pessoal e profissional; e ressaltou em seu discurso que o momento pelo qual passa o grande desprestígio da classe médica junto à população e aos órgãos governamentais não deve ser culpados somente às possíveis omissões das entidades médicas classistas nem às gestões públicas nas 03 esferas governamentais e conclamou a classe médica à reflexão sobre se a responsabilidade de tal situação não deve-se, principalmente, ao imobilismo, à omissão e a falta de atitude dos próprios médicos não tomarem atitudes enérgicas e urgentes para o resgate da dignidade profissional da classe.

Sobre receber tal homenagem, o médico pedreirense declarou estar feliz de ser reconhecido pelo seu trabalho e esforço pelos mais humildes e principalmente pela melhoria da assistência à saúde pública à população maranhense. E complementou que recebe a premiação como símbolo do aumento de sua responsabilidade para com todos aqueles que a partir de agora precisarem de seus serviços profissionais; que encara sua profissão como um verdadeiro ministério sacerdotal, não lhe importando status ou benesses financeiras e que no decorrer de sua luta encontrou e encontra muitas resistências em não tornar o exercício da Medicina um comércio sem escrúpulos e que tem consciência que a partir de agora torna-se uma “vitrine” maior para os interesses contrários aos de sua luta.
Fonte: Assessoria do Médico Allan Roberto

Comentários do Blogger

0 Comentários