Denuncie

Desesperado, Tema irá mentir em coletiva sobre Flávio Dino e Weverton

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Compartilhe esta Notícia

 

O prefeito da cidade de Tuntum, Cleomar Tema (DEM), está desesperado.

Ciente da derrota que sofrerá no próximo dia 30, quando será realizada a eleição para a presidência da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão, biênio 2019/20, Tema utilizará nesta tarde, durante entrevista coletiva, uma estratégia suicida.

O gestor, que está há quatro meses sem pagar os salários dos servidores públicos de Tuntum, tentará passar a falsa impressão de que conta com o apoio do governador Flávio Dino para se reeleger presidente da FAMEM.

Tudo mentira. Dino se absteve de participar do processo eleitoral da entidade. E o fez porque, além de Tema, outro aliado seu, o prefeito Erlânio Xavier (PDT), também é candidato.

Erlânio conta com o apoio massivo dos prefeitos e prefeitas do estado. São mais de 160 engajados no projeto do pedetista.
Cleomar Tema, de acordo com informações obtidas pelo Blog, repetirá o nome de Flávio Dino dezenas de vezes durante a coletiva.

Tudo para tentar transformar uma mentira em meia verdade.
Outra tática utilizada por Tema será a de atacar o senador Weverton Rocha. O prefeito de Tuntum tentará colocar na conta do parlamentar uma falsa cooptação de prefeitos.

Erlânio foi o coordenador da eleição vitoriosa de Weverton. Por conta disso, tem relação estreita e o respeito dos 217 gestores municipais.

Se viabilizou candidato diante da gestão inócua de Tema, que entregou a FAMEM para seus diretores – leia-se Marcelo Freitas (chefe de gabinete) e Gildásio Angelo (ex-prefeito de Poção de Pedra e diretor administrativo) – que utilizam a entidade para se beneficiar.

Marcelo, através de uma empresa do irmão, gere o sistema de sites municipais e o diário oficial.

Abocanha por mês, de acordo com o que foi apurado, cerca de R$ 40 mil, fora o salário de R$ 6 mil.

Gildásio ainda pensa que é prefeito e manda administrativamente na entidade como se fosse o presidente.

Destrata filiados e beneficia aliados com empregos, dentre eles até uma namorada sua, que foi contemplada com a chefia do RH.
Cleomar Tema, além de péssimo gestor, não é cumpridor de acordos.

Se o fosse, não estaria forçando uma reeleição, uma vez que em 2016 assumiu o compromisso de exercer só um mandato.

Parece que Tema tem outros interesses ao tentar renovar o mandato na FAMEM. E estes interesses estão diretamente ligados à campanha de outubro de 2018, quando conseguiu eleger a mulher deputada estadual.
ATENÇÃO!
Todos os comentários abaixo são de inteira RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA de seus Autores(LEITORES/VISITANTES). E não representam à opinião do Autor deste Blog.

0 comentários :

Postar um comentário