Compartilhe essa Notícia:


O advogado Emerson Macêdo tem se destacado como uma das jovens figuras do último governo de Flávio Dino. A convite do então secretário de agricultura do Estado, Márcio Honaiser, assumiu a secretaria adjunta de agricultura e pecuária e, durante o período da campanha eleitoral de 2018, chegou a assumir a própria pasta. 

Nos últimos anos o jovem conseguiu chamar a atenção e se destacar no cenário estadual e, conseqüentemente, seu nome ganhou notoriedade em Poção de Pedras e nas cidades circunvizinhas, razão pela qual acabou sendo apelidado de “o embaixador de Poção de Pedras, como brinca ao falar um pouco sobre sua vida, planos e perspectivas. Tive o prazer de conversa com Emerson durante o fim de ano, quando o mesmo visitava amigos em Esperantinópolis. Confira a seguir a matéria: 

BIOGRAFIA:

Émerson Macêdo é natural de Poção de Pedras e é o segundo filho casal Ednaldo Galvão (comerciante) e Maria Vale (professora). Possui dois irmãos, Ednaldo Filho e Cirlândia, respectivamente médico e advogada. É casado com a médica Larissa Coelho e possui três filhos. É genro de Raimundo Coelho, ex-prefeito de Fortuna e candidato a Deputado Federal derrotado nas últimas eleições. A partir de 1º de Janeiro Raimundo Coelho assume o SEBRAE/MA, mantendo-se ainda à frente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Maranhão – FAEMA e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Maranhão – SENAR/MA.

A família do Dr. Émerson participou ativamente da construção política do município de Poção de Pedras. Ele é sobrinho de Edgar Galvão, esposo da vereadora Ângela Galvão e de Loide Galvão, viúva do ex-prefeito Gerson Gomes de Sá. Seus pais e irmãos- sempre muito discretos, são pessoas muito bem quistas em toda região, sendo conhecidos pela lealdade política, seriedade nos negócios e bom relacionamento. Em Esperantinópolis, cidade onde a professora Maria do Vale morou, estudou e trabalhou, só saindo do município para casar-se, as referencias são as melhores – pude perceber ao conversar com várias pessoas sobre o jovem e sua família. 

Como a maioria dos estudantes de nossa região Émerson cursou os primeiros anos do ensino fundamental em sua cidade natal, posteriormente radicou-se em São Luís. Em São Luís formou-se em Direito e pós graduou-se em Direito Eleitoral pela Universidade Federal do Maranhão – talvez daí tenha surgida o gosto pela política partidária -. 

ENTREVISTA: 

Carlos Barroso: Como surgiu o convite para ser Secretário Adjunto na SAGRIMA? 

Émerson: O convite surgiu a partir da proximidade com o então secretário Márcio Honaiser. Nos conhecemos em reuniões de trabalho e dali surgiu uma admiração recíproca que, posteriormente, resultou no convite. A admiração só aumentou e conseqüentemente nos engajamos na campanha de Márcio. 

Carlos Barroso: Falando em campanha, qual sua análise dos resultados da campanha de Márcio e de seu sogro, Raimundo? 

Émerson: Os resultados foram excelentes! Márcio foi eleito e Raimundo muitíssimo bem votado, apesar de não ter sido eleito. Marcio segue para uma nova missão na AL e Raimundo para o SEBRAE – conquista não vinculada à campanha eleitoral, mas, que apesar disso, não pode deixar de ser citada neste contexto. 

Na região do Médio Mearim, em especial, ficamos extremamente satisfeitos com os números. Ficamos responsáveis pela campanha em Poção de Pedras, Esperantinópolis, São Raimundo do Doca Bezerra, São Roberto e São Luís Gonzaga. Em Poção de Pedras atingimos uma media de quase 600 votos para cada um, número bastante expressivo considerando serem candidatos novos e sem apoio de mandatários locais. No somatório das cidades citadas alcançamos quase mil votos. 

Carlos Barroso: Marcio Honaiser deputado e Raimundo Coelho presidente do SEBRAE, qual sua expectativa? 

Emerson: Igualmente a melhor. Raimundo e Márcio são pessoas muito preparadas e comprometidas com o Estado. Com certeza vão continuar ouvindo nossos pleitos. Inclusive por isso acabei recebendo o apelido de embaixador de Poção! (risos) 

Carlos Barroso: Embaixador de Poção de Pedras? 

Emerson: Sim. Em várias situações sempre incluía na pauta a relação com Poção e região. Citando números e as potencialidades. Aí não deu outra: virei o embaixador! (risos) 

Carlos Barroso: Quais as perspectivas para o próximo governo de Flávio Dino? 

Émerson: As perspectivas para o próximo governo de Flávio são as melhores possíveis, pois a equipe é muito boa - comprometida e sem vícios -, além de termos um ótimo capitão. Não posso deixar de citar também o vice governador, Carlos Brandão, pessoa a quem o maranhão deve muito. Leal e atuante. Tenho por ele uma admiração enorme. 

Carlos Barroso: Vais continuar na SAGRIMA? 

Emerson: Não sei, alias ninguém sabe. O cenário está indefinido, mas independentemente do que ocorra continuarei ligado ao agronegócio do estado, seja fazendo parte do governo, fazendo política sindical ou como produtor rural. 

Carlos Barroso: E 2020? 

Emerson: O próximo ano é 2019. (risos) 

Carlos barros: Sai candidato ou não? 

Emerson: A candidatura é um projeto coletivo e não individual. Seria leviano se dissesse que não estou atento as especulações acerca do meu nome, mas isso não me envaidece. Há possibilidade, mas tudo a seu tempo. 

Carlos Barroso: Então posso afirmar que já é pré-candidato? 

Emerson: Como todo bom advogado a resposta é: depende! Por enquanto estou focado em manter o bom nome e trabalho como embaixador! (risos) 

A conversa continuou em tom ameno e bem humorado. Emerson estava acompanhado de sua mãe, da esposa e dos filhos pequenos. Visitou ainda Dra. Graciele Jovita, colega de turma de sua esposa, e um primo que mora em Esperantinópolis. Me convidou para tomarmos café na casa de Gilson Uchôa, dali retornou para Poção. 

Sou testemunha da boa atuação do jovem na região, o que certamente o gabarita para qualquer desafio. Cito algumas ações que presenciei: articulação na destinação de patrulhas agrícolas para Poção de Pedras e Esperantinópolis; distribuição de kits de irrigação, em especial instalação do equipamento na horta do povoado vizinho da Alegria – há 30 anos a comunidade irrigava a balde; distribuição de tanques, ordenhas de leite e cessão de barracas de feira (Poção, Joselândia e Pedreiras); distribuição de sementes (aumento do quantitativo para todos os municípios da região do Médio Mearim; programa abc serrado (parceria inovadora com o BB e sistema FAEMA/SENAR); projetos de ação e promoção social (Serra do Aristóteles e Sabonete); diversos cursos do SENAR; e eletrificação rural de vários povoados de Poção de Pedras – este, com certeza, um dos maiores benefícios trazidos pelo jovem, que sequer ainda tem um mandato, pois, apenas em 2018, conseguiu implantar mais de 20 km de rede. Projeto ousado de altíssimo impacto social.






























































Comentários do Blogger

1 Comentários

  1. Parabéns pela entrevista e a sensibilidade em reconhecimento a novas lideranças. Parabéns ao povo de Poção de Pedras e ao seu "embaixador". Que o futuro seja promissor como já foram todas as ações implementadas pro seu representante Emerson Macedo! Parabéns!

    ResponderExcluir