Denuncie

Homens saem às ruas pelo fim da violência contra a mulher em Pedreiras

sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

Compartilhe esta Notícia

Juiz Marco Adriano participa da campanha do Laço Branco
Juiz Marco Adriano participa da campanha do Laço Branco

O Poder Judiciário de Pedreiras, com o apoio de instituições, promoveu na quinta-feira (6,) a segunda edição da campanha "Laço Branco: Homens pelo Fim da Violência contra a Mulher", em alusão ao “Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra a Mulher” – comemorado no dia 6 de dezembro, em todo o país.

A mobilização surgiu diante da insatisfação com o elevado índice de violência doméstica contra a mulher nas cidades de Pedreiras e Trizidela do Vale.

A campanha contou com a participação de representantes do Judiciário, Ministério Público, OAB, Defensoria Pública, Polícia Civil, 19° Batalhão da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Poderes Executivo e Legislativo de Pedreiras, Trizidela do Vale e Lima Campos, Moto Clube “Falcão do Asfalto”, empresários locais, imprensa, Maçonaria e igrejas locais.

Segundo o juiz Marco Adriano (1ª Vara de Pedreiras), coordenador da Campanha, esse movimento é feito por homens, com o objetivo de sensibilizar, envolver e mobilizar o público masculino no engajamento pelo fim da violência contra a mulher.

“A violência doméstica e familiar contra a mulher se constitui em uma das formas mais graves de violação dos direitos humanos, atingindo diretamente a família como um todo, necessitando assim, de intensa mobilização social para o seu combate e prevenção. A campanha está em sintonia com as ações dos movimentos organizados de mulheres e de outras representações sociais que buscam promover a equidade de gênero”, ressalta o juiz.

CARREATA - Houve uma moto-carreata, com concentração na Praça do Engenho, com saída às 17h, percorrendo as principais ruas e avenidas de Pedreiras e Trizidela do Vale, encerrando na Praça do Jardim, na qual foi celebrado um Ato Ecumênico organizado pela Associação de Pastores de Pedreiras, e em seguida, ocorreu uma apresentação de artistas locais.

A secretária municipal de políticas públicas para mulheres de Pedreiras, Janne Gleb, destacou que “a Comarca de Pedreiras já avançou bastante na articulação da rede de proteção à Mulher, e a mobilização da sociedade civil organizada reforça a política de erradicação da violência”.

O major Ricardo Almeida, comandante do 19º Batalhão de Pedreiras, destacou que a campanha fortalece a luta contra o feminicídio e outros tipos de violência contra a mulher. “A participação na Campanha é de suma importância, mas é necessário fazer mais. Me sentirei ainda mais realizado nesta luta incessante quando implantarmos a Patrulha Maria da Penha em nossa região", disse.

O professor Cicero Queiroz, presidente do Moto Clube “Falcão do Asfalto”, afirmou: “nós conseguimos consolidar um grupo de homens de bem, que além de não concordar com a violência, trabalhamos em conjunto para que a paz seja disseminada”.

Para o Apóstolo Neto Lucena, “precisamos nos unir cada vez mais em prol dessa conscientização, dessa mobilização, contra essa violência pela mulher, em se tratando da mulher, mas de qualquer natureza, a gente é contra qualquer tipo de violência. Falo como associação de pastores, estamos unidos em prol de uma sociedade melhor”.

LAÇO BRANCO - No dia 6 de dezembro de 1989 ocorreu um atentado contra 14 mulheres na cidade de Montreal no Canadá, vítimas da intolerância e ódio contra as mulheres. Dessa tragédia, que comoveu o país, foi desencadeada mundialmente a Campanha Laço Branco, na qual os homens mobilizam para demonstrar a toda sociedade, e especialmente às mulheres juntos - homens e mulheres - podem lutar pelo fim da violência de gênero.
ATENÇÃO!
Todos os comentários abaixo são de inteira RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA de seus Autores(LEITORES/VISITANTES). E não representam à opinião do Autor deste Blog.

0 comentários :

Postar um comentário