Compartilhe essa Notícia:


Segundo as investigações, Jairo de Sousa foi morto porque fazia denúncias diárias contra a administração pública da região em seu programa de rádio.

O vereador César Monteiro (PR-PA) é suspeito de ter encomendado o assassinato do radialista Jairo de Sousa, 43, morto em junho de 2018, na cidade de Bragança, no Pará. As informações são da Folha de S.Paulo.

A polícia prendeu sete pessoas e outras duas estão foragidas, entre elas o vereador. Segundo apuração da Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo), Monteiro estaria em Belém, desde 18 de novembro de 2018, planejando com advogados sua apresentação à delegacia.

Segundo as investigações, Jairo de Sousa foi morto porque fazia denúncias diárias contra a administração pública da região em seu programa de rádio. O crime aconteceu em 21 de junho de 2018, quando ele chegava à rádio onde trabalhava.

Há 12 anos, usava colete à prova de balas devido às ameaças recebidas ao longo da carreira; naquele dia, porém, estava sem o colete.

Comentários do Blogger

0 Comentários