Compartilhe essa Notícia:

Descansando em Portugal da exaustiva campanha derrotada na eleição de 8 de outubro, a ex-governadora Roseana Sarney não quer saber de comandar MDB e nem participar de reuniões políticas. 
A saída de campo em definitivo foi marcada por uma expulsão apitada pela maioria dos eleitores do Maranhão. Para quem sempre detinha ao menos 35% dos votos sem precisar suar a camisa, obter apenas 29% nesta última eleição mostrou o fraco desempenho da ex-governadora.
Muitos atribuem ao peso da idade, ao cansaço e falta de tesão pela política nos gramados maranhenses. Além disso, a jogadora não mostrou real empenho na última partida e levou para o campo um time de ultrapassados na sua coordenação.
Quem entrava no comitê para olhar o treino, tinha a impressão de que estava na idade da pedra ou, no mínimo, em um museu que nunca foi arejado.
Desiludida, a ex-governadora ainda não anunciou quando retorna do repouso em Portugal, mas já avisou de lá que não quer nada com comando de MDB no Maranhão e muito menos aceitará participar de reuniões.
Se for convidada para algum jogo, desde que seja sentada e com as cartas nas mãos.
 Blog do Luis Cardoso

Comentários do Blogger

7 Comentários

  1. Poderia aproveitar o passeio, prolongar um pouco mais as férias, visitar os MUSEUS de Lisboa e, quem sabe, ficar por lá mesmo, em definitivo.

    ResponderExcluir
  2. Foi tarde ladra, teu lugar é na cadeia

    ResponderExcluir
  3. O asfalto do povoado Palmeiral saiu de cena heim

    ResponderExcluir
  4. Tinha muito puxa saco dizendo que o asfalto do povoado Palmeiral ia sair antes das eleições e agora puxa saco de Flávio Dino respondam aí

    ResponderExcluir
  5. A maioria dos Nordestinos é maria vai com as outras por isso que estamos na pior e esse asfalto do povoado Palmeiral só sai quando o povo parar de reeleger politicos canalhas

    ResponderExcluir
  6. Quanto a Rosengana isso não é um ser humano é um lixo ambulante na sociedade

    ResponderExcluir
  7. Como Português é otario de nascença ela pode ficar lá por uns dias

    ResponderExcluir